sábado, 9 de março de 2013

Capitulo 21 - Pisar terreno

(Observação da autora no dia 18/09/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "Encontro com o 666". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não alterei nada no enredo, porque é apenas a versão blogue. A versão em livro encontra-se na página "Livros" com o título "Encontro com o Passado" ).


Alguns dias passaram, a Ana Rodrigues e a Diana nada tinham encontrado sobre o assassino. Estavam cada vez mais a achar que o Pedro Magalhães e a Andreia tinham algo a ver com o assassino.
Já o Henrique e o João, tentavam ter algumas informações sobre o grupo da Catarina. O João conversava imenso com o Hugo e o Henrique com o Ailton. Faltavam poucos dias para o Natal. Era dia 19 de Dezembro. Toda a turma combinou ir passear. A Ana e a Diana, nessa altura, conversavam no quarto da segunda com o Pedro Magalhães. Ele tinha ido visitar a Diana. Queria saber novidades. A Ana deixou-os à vontade para conversarem.

Pedro Magalhães

 Como vão as tuas férias? – Perguntou-me.
 Vão bem e as tuas?
 Também.
 Ouvi dizer que o Diogo namorava com a Carretas. – Disse-lhe.
 Eles namoram? – A minha amiga estava surpreendida.
 Sim. É estranho, visto que a Carretas não é realmente pessoa de estar presa numa relação.
 Sim, estranho.
 Disseste ao Henrique que ias? – Perguntei-lhe.
Ela afirmou com a cabeça.
 Vai a turma toda?
 Parece que sim, ninguém vai faltar.
Nesse momento, a televisão do quarto da Diana mostrava uma noticia de última hora. Chamou-nos à atenção.
 "O assassino da escola... foi visto a fazer mais..."
Era uma noticia sobre o meu "pai". Tentei parecer assustado e atento, como se não soubesse de nada do que se estava a passar. A Diana, assim que a noticia terminou, desligou a televisão.
 Estas noticias de um assassino à solta na escola assustam-me! – Disse-me ela.
 Não há-de ser nada.
 Magalhães, tu não tens medo? Ver que há um assassino à solta na mesma escola que tu e que está na mesma turma que tu?
 Não.
 Não tens medo que ele te rapte ou que te leve para fora da escola e que te tente matar? Ele é perigoso! E se ele leva a Andreia? Como te sentirias?
 A Andreia? – Comecei a rir, embora nervoso  Acho que ela até me faria um favor.
 Ela? Mas como é que sabes que é uma ela? E porque é que te faria um favor?
Fiquei uns segundos parado a tentar encontrar uma resposta. Respondi automaticamente à segunda pergunta dela, enquanto pensava o que responder à primeira.
 Eu não gosto da Andreia.
 Porque é que não gostas da Andreia? Vocês não namoravam?
 Acabámos. – Inventei do nada.
 Oh, mas vocês terminaram em bem, espero.
 Sim, talvez. Depende do que chamas de "terminar em bem".
 Ok. Espero que fique tudo bem contigo e com ela. Lamento. E quanto a "ela", como é que sabes que é uma assassina e não um assassino?
Agora não sei o que dizer. Sou descoberto agora!


Fim do Capítulo 21.

19 comentários:

  1. Não acredito que se descubre sobre ele.

    ResponderEliminar
  2. Posta logo.

    Beijos.
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  3. Está fixe!
    Não acredito que se saiba já.

    ResponderEliminar
  4. Adorei o capitulo.
    Ainda não vai saber acho eu.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  5. Coisas estranhas deste capítulo:
    1. Henrique a falar com o Ailton.
    2. Namoro do Diogo com a Carretas.

    Principal motivo de curiosidade:
    1. O que vai o Magalhães responder?

    Continua! Adoro esta intensificação e aumento da curiosidade...

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.