sábado, 19 de janeiro de 2013

Capitulo 14 - Um dia para esquecer

(Observação da autora no dia 18/09/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "Encontro com o 666". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não alterei nada no enredo, porque é apenas a versão blogue. A versão em livro encontra-se na página "Livros" com o título "Encontro com o Passado" ).

23:30

Diana

A confusão instalou-se na casa. Apenas ouvia gritos e pessoas a correrem. Eu apenas queria encontrar a minha irmã. O que se passava com ela? Nessa altura, esbarro em alguém. Pego no meu telemóvel e ligo-o para ver quem era.
A minha colega Ana Rodrigues estava ao lado do Henrique e do João. Ela com um olhar quase apavorado, assim como os outros dois. Queria uma explicação, mas ela começou a falar.
– Isto é obra do assassino, Diana. Temos que nos unir.
Eu fiquei sem saber o que dizer. Porque dizia aquilo à frente dos nossos dois colegas de turma?
 Eles são policias. Estão também a resolver o caso. Anda! – Disse ela, explicando.
Corremos os quatro para a sala e pedimos aos que estavam presentes na sala que saíssem. Ficou silêncio.

Ana Rodrigues

 Tu já viste a tua irmã? – Perguntei à Diana.
 Não.
O João decidiu intervir.
 Eu e o Henrique já sabíamos que o assassino iria aparecer. Não esperávamos era que metade dos nossos colegas desaparecessem.
 O Diogo devia estar com a Ana Carretas e como a Ana Catarina também desapareceu diria que o Miguel ficou com ela também. – Disse o Henrique.
A Diana olhou para mim. Ela apenas sabia que a Ana Carretas era acompanhante de luxo, não a Ana Catarina. Expliquei-lhe e continuámos a nossa busca. As luzes ainda não tinham voltado.
Nessa altura, ouvimos um barulho que vinha do quarto da irmã da Diana. Encaminhámo-nos os quatro para o local da casa. Todas as luzes da casa ligam-se, nesse momento. Assustei-me, admito. Vi o Diogo a correr apenas com os boxers. Fiquei parada, enquanto o via a correr, amedrontado. Ouvi o Henrique a rir-se da figura do Diogo. Eu já não via mais nada. Fiquei com aquela imagem na cabeça. Ele tinha estado com a Ana Carretas?
Juro que quando chegar a casa, este dia vai ficar na minha memória. É um dia para esquecer.


Fim do Capítulo 14.

20 comentários:

  1. Adorei!
    Estou curiosa.Como está realmente a Ana.

    ResponderEliminar
  2. Adorei.
    Estou curiosa sim.Não sei nada da outra personagem.
    posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  3. tá giro.o que aconteceu à ana martins?

    ResponderEliminar
  4. Gostei da cena do Diogo só de boxers.
    Posta logo.

    ResponderEliminar
  5. Está fixe!
    Estou a gostar do Diogo xD

    ResponderEliminar
  6. gostei do capitulo!
    a cena do diogo foi de matar.

    ResponderEliminar
  7. Adorei amiga!
    O que terá acontecido à Ana?
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  8. adorámos.posta depressa.

    ResponderEliminar
  9. Gostei muito do capitulo e o aparecimento do personagem Diogo.Quero ver o próximo capitulo.O que terá acontecido realmente à Ana Martins.
    Continua!

    ResponderEliminar
  10. Caríssima colega, devo informar que estou a adorar ver que a confusão se está a instalar a um ritmo louco! Continua ;)

    ResponderEliminar
  11. Desculpa-me pela demora para comentar. Está historia está ótima, estou adorando. Posta logo!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.