sábado, 19 de abril de 2014

Capítulo 17 e Capítulo 18

(Observação da autora no dia 01/10/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "Uma Vida Eterna". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não sei se será lançado em livro algum dia, mas não alterei qualquer palavra ou enredo, apenas erros).

Atenção portugueses: Este projeto está escrito nos termos do novo acordo ortográfico.

Capítulo 17

O pai da Catharina colocou a mão no ombro do Ricardo.
– A Catharina e o Afonso são irmãos.
– Como é que eles são irmãos? – Perguntou o Ricardo, desnorteado.
– Eu tive um caso com a mãe do Afonso. Eu separei-me da mãe da Catharina. Depois com a morte da mãe dela, fui eu que fiquei com a guarda.
– E ainda continua com a mãe do Afonso?
– Não, ela casou-se novamente e o Afonso mora com o padrasto e a mãe.
– E a Catharina sabe que é irmã do Afonso?
O pai e o Afonso olharam-se.
– Não, Ricardo. – Respondeu o amigo.
O Ricardo olhou para a Sílvia.
– E vocês sabiam disto?
A Sílvia afirmou. A Laryssa negou.
– Fiquei tão espantada como tu. – Disse a Laryssa.
– Eu já sabia, Ricardo. – Respondeu a Sílvia.
– Mas vão ter que lhe contar.
– Sim, e iremos quando ela sair daqui. – Disse o pai da Catharina.
O Ricardo já descobriu um segredo, faltava o principal. 
O que era grave?

Capítulo 18

Narrado por Catharina

Alguns dias passaram, descobri que era irmã do Afonso, algo que adorei saber. Eu adoro-o!
Neste momento, eu estava com o Ricardo num parque. Estávamos a conversar. Era sobre coisas divertidas. Do nada, ele ficou calado.
– Calaste-te de repente, o que aconteceu? – Perguntei, preocupada.
– Catharina, eu sempre pensei que íamos ficar juntos para sempre. Que iríamos dar uma lição a todas àquelas pessoas falsas do colégio.
Eu fiquei triste. Isso não seria possível.
– O que aconteceu? – Perguntou ele, ao perceber a minha tristeza.
– Nós não vamos ficar juntos para sempre, Ricardo.
– Porquê?
– Porque a morte vai nos separar.
– Como assim? – Perguntou ele, sem perceber.
– Ricardo, eu tenho cancro.


Fim dos Capítulos 17 e 18.

14 comentários:

  1. cancro?finalmente já percebi o género drama.

    ResponderEliminar
  2. Que drama!Parabéns!Esmeraste-te.

    ResponderEliminar
  3. Gostei!
    Posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  4. Isso não é quase um amor para recordar?A personagem principal descobriu algum irmão?Nunca li o livro nem vi o filme mas sei que ela morre de cancro.

    ResponderEliminar
  5. isso é um amor para recordar numa versão diferente?

    ResponderEliminar
  6. Acho que a Catharina acaba por morrer no final e a Marina também.Mas acho que o Ricardo acaba por receber uma lição de vida e acaba por ficar vivo.

    ResponderEliminar
  7. Não acho que seja uma versão de Um Amor para Recordar. A Diana inspirou-se em Camilo Castelo Branco para escrever esta história. Imagino que tenha sido "Amor de Perdição". A morte do casal. Talvez por isso eu ache que tanto o Ricardo com a Catharina morram no final. Quanto à Marina e à sua amiga,tenho dúvidas que isso aconteça. Talvez acabem por pagar pelos atos de crueldade e bullying que causaram à Laryssa,a amiga da Catharina.
    Mas espero para ler o resto.
    Continua!

    ResponderEliminar
  8. tu não vais matar a catharina!não podes!
    adorámos os capitulos!

    ResponderEliminar
  9. Para o Afonso se dar tão bem com a Catharina eles só podiam ter algo um com outro.
    A Catharina a dizer que tinha um cancro ao Ricardo não me surpreendeu. Toda a gente achava que a história era uma imitação rasca de um amor para recordar.
    Eu ainda continuo a dizer que não. Como tu própria disseste, inspiraste-te em Camilo Castelo Branco.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  10. qual amor para recordar, qual quê!estamos a falar da diana!ela sabe o que escreve.ela não faz adaptações rascas de livros de Nicholas sparks.

    ResponderEliminar
  11. Gostei muito dos capítulos.
    Mesmo com ela tendo um cancro não acho que isso seja uma adaptação de um amor para recordar.Espero pelo próximo capítulo ansiosamente!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. isso é um amor para recordar.o que receava.

    ResponderEliminar
  13. não me digas que vais acabar com a morte dos personagens quase todos?
    já não escrevo mais nada para não induzir em erro.

    ResponderEliminar
  14. Sei que vai ser meio estranho o que vou dizer, mas é que eu sou meio Obsecada por cancro. Acho que é a doença que me matará, sei lá , paranóia. Vou tentar não advinhar mais, estou adorando. Até amanhã

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.