AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sábado, 5 de abril de 2014

Capítulo 12 e Capítulo 13

Olá Pessoal! Espero que tenham tido uma boa semana. Obrigada pelos comentários.
Eu actualizei a página "Histórias". Caso ainda não tenham visto, vejam pois mudei algumas coisas.
Estou quase a terminar a minha nova história "O Destino", com personagens homossexuais. Até informei na página do Facebook.
A partir de hoje, irei postar às terças e aos sábados e por isso, espero por vocês na terça feira à tarde (para quem lê esta história).
Hoje irei postar dois capítulos pois no dia 3 de Abril um leitor do blog fez anos (o Afonso) e por isso o capítulo 12 é um especial aniversário. Desculpa pela demora, Afonso! Parabéns atrasados e obrigada por leres o blog.

Atenção portugueses: Esta história está escrita nos termos do novo acordo ortográfico.

Capítulo 12

Alguns dias depois decidi falar com o Ricardo após a explicação.
- O que se passa com a Marina?
Ele olhou espantado para mim.
- Sim, não faças essa cara.
- Eu não sei do que estás a falar Catharina.
Não sei se ele me chamou pelo nome para não me chatear se lhe saiu naturalmente. De qualquer das maneiras eu não irei ser simpática.
- Sabes muito bem. Porque é que a Marina me está a tentar humilhar?
O Ricardo baixou a cabeça.
- Afinal sabes. - disse eu zangada.
- Catharina, tu não percebes. Eu desrespeitei as regras dos rebeldes.
Eu continuei zangada.
- E qual é a grande regra?
Ele olhou para mim.
- Que ninguém podia se apaixonar por nerds.
Nós ficámos calados.
- Pois. Eu disse isso à Marina e ela não gostou e agora não pára de te humilhar.
Eu não conseguia raciocinar bem. Estava desnorteada.
- Tu não estás...
- Sim. Apaixonei-me por ti Catharina. - terminou ele por mim.
Ficámos de novo calados.
- Mas eu disse que...
Eu não conseguia terminar nenhuma frase.
- Eu sei. Desculpa. Não sei o que me deu. Acho que com este pacto conheci-te verdadeiramente.
Eu só sabia abanar a cabeça. Ele estava de cabeça baixa.
- Eu vou-me embora. - disse ele se levantando da cadeira.
- Eu vou pensar e depois digo-te alguma coisa. - disse-lhe eu ainda sem saber o que pensar.
- Está bem Catharina.
Ele saiu da sala e eu fiquei a pensar. Isto não podia estar a acontecer.

Observação da autora:

Qual será o problema dela?

Capítulo 13

Pois, eu assumi. Alguns dias mais tarde eu estava a namorar com o Ricardo. É uma loucura sim mas pelo menos estarei a arriscar. A Laryssa não queria que eu fizesse isto, ela pensa que ele está a brincar com os meus sentimentos. A Sílvia até concordou comigo. Ela afinal deve saber de alguma coisa. O colégio todo já sabe que eu estou com o Ricardo. A Marina não gostou da notícia e está a tentar a todo o custo me humilhar mas é em vão. 

Observação da autora:

Bem, aquele que parecia ser o rebelde virou calminho e a rotulada por nerd é agora a rebelde? Que estranho.

A Marina, depois de mais uma aula de Português, foi falar comigo.
- Hey nerd, achas que alguma vez o Ricardo vai estar a ser sincero contigo? Ele brinca com todas as nerds que lhe aparecem à frente.
Eu não quis acreditar nela mas era quase impossível.
- Não acredito em ti. Tu queres o Ricardo por isso é que fazes isto tudo.
- Estás a enganar-te a ti própria. Pensa lá bem, o Ricardo acabaria com a sua imagem de rebelde por querer alguma coisa contigo?
- Sim. - disse eu tentando parecer convicta.
Ela riu.
- Esquece nerd, o Ricardo está só a brincar contigo.
O Ricardo foi ter connosco.
- Marina, o que é que estás a fazer?
A Marina sorriu, eu fiquei séria.
- Nada querido.
Ouvi a Stefanny a rir. Ela estava a ouvir a conversa toda.
- Vai-te embora. - pediu ele zangado.
A Marina olhou para a amiga, riu e de seguida afastou-se. O Ricardo olhou para mim.
- Catharina, estás bem? A Marina disse-te alguma coisa?
Olhei para o chão. Estava a sentir-me triste. Ele olhou para mim preocupado.
- O que se passa?
Eu sentei-me no chão frio do corredor. Ele fez o mesmo.
- Nada. - apenas disse.
Ele fez com que eu levantasse a cabeça.
- Não ligues para o que a Marina te disse.
- E se for verdade?
O Ricardo respondeu-me com certeza.
- Não é. Nada do que ela diz é verdade. Ela só sabe mentir.
- Uma relação entre um rebelde e uma nerd não dá resultado. - continuei.
O Ricardo respirou fundo.
- Pode dar. Se termos plena confiança um no outro e não ligar para as más-línguas.
Eu olhei para ele. Ele não podia ter dito aquilo com tanta convicção. Estaria mesmo a ser verdadeiro?

Observação da autora:

Eu penso que sim, além disso o Afonso e a Sílvia parecem ser boas pessoas e deixaram de ser amigos da Marina.

E aqui terminam os dois capítulos.
Estas observações da autora são estranhas para vocês? Precisava de saber a vossa opinião já que o narrador nesta história não está presente.
Enfim, espero que gostem e queria dizer mais uma coisa antes de acabar este post: nada do que lerem agora será verdade ou irá terminar bem. Não se esqueçam que esta história é um drama, não um conto de fadas de uma nerd com um popular.

Bjs :)

16 comentários:

  1. Pensava que te tinhas esquecido dos meus anos.Obrigado.
    Gostei dos capítulos.Recuso-me a pensar como outras pessoas de que tu deixaste o mistério e as mortes de personagens nesta história.
    Confio em ti quando dizes:"nada do que lerem agora será verdade ou irá terminar bem. Não se esqueçam que esta história é um drama, não um conto de fadas de uma nerd com um popular."

    ResponderEliminar
  2. Gostei!
    Posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  3. estou curiosa para o próximo!gosto dessa forma das observações para nos ajudar a ter uma ideia do que vai acontecer.

    ResponderEliminar
  4. esse vai ser um romancezinho ridiculo.
    diana você baixou na minha consideração.
    quem diria que você era uma das minhas escritoras no blogger favoritas. mudou muito. me recuso a ler mais disso.

    ResponderEliminar
  5. mais 24 horas à espera mas ler dois capítulos foi bom!agradeço ao Afonso por ter feito anos durante a semana e a diana saber.
    ainda fico aqui para ver no que esta história vai dar.

    ResponderEliminar
  6. Não sei o que comentar por isso só digo que gostei dos capítulos.Isto é muito mistério para mim e espero pelo próximo capítulo.

    ResponderEliminar
  7. já não entendo nada disso!explica essa história e pára com o mistério Diana!

    ResponderEliminar
  8. Espero pela continuação dessa história que embora pareça romance acho que vai dar uma reviravolta.
    Só colocaste a história Memórias Aterradoras,ou mais coisas?

    ResponderEliminar
  9. Essa relação tem muitas perguntas no ar.
    Espero por mais capítulos.
    Continua que estou a gostar.

    ResponderEliminar
  10. mais capitulos por favor!

    ResponderEliminar
  11. Ihih!Só para nós Diana, o Ricardo e a Catharina não vão terminar juntos, não é mesmo? Isso vai ser de pouca duração, acredito.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  12. Chapada na cara áqueles que acham que a Diana vai escrever um romancinho.
    "nada do que lerem agora será verdade ou irá terminar bem. Não se esqueçam que esta história é um drama, não um conto de fadas de uma nerd com um popular."
    Muito bem Diana!Isso eu já sabia!

    ResponderEliminar
  13. Olá Diana, vejo que escreve histórias e isso é maravilhoso, seu blog foi indicado no meu e cheguei a conclusão de que foi sorte de eu poder conhecer um blog assim! Quando tiver oportunidade lerei suas histórias!
    Continue sempre assim, já estou seguindo.
    http://doceprosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Vc sempre acaba quando quero mais. Terça certo?? Vou estar aqui

    ResponderEliminar
  15. Acho que vais rir com a decisão que tomei, porque acho que pode levar o ano inteiro *.*
    Irei ler Todas as historias do blog e depois farei um comentário final. Não sei onde fui buscar essa ideia? Nem onde irei arranjar tempo e coragem para ler tanto. Mas irei fazê-lo, até porque entrarei em uma pausa de um mês. Não irei comprar livros para ter tempo. Bem. Beijinhos, hoje tem capítulo certo?

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.