sexta-feira, 7 de fevereiro de 2014

Capítulo 3

Olá Pessoal!
Hoje é sexta, logo é o dia de post. Obrigada pelos comentários aos dois capítulos anteriores.
Ainda bem que gostaram da mudança. Não pensava que seria uma mudança boa.

Atenção portugueses: Esta história está escrita nos termos do novo acordo ortográfico.

Capítulo 3

Aula de Português para começar bem. A professora criou duplas. Os bons alunos com os alunos “razoáveis”. Sim, para a minha professora de português não há os maus alunos. Mesmo que seja a Marina e o seu grupo. Para que fique claro, eu gosto de toda a gente só não simpatizo com a Marina e com o seu grupo, excluindo, como é óbvio, o Afonso. Eu tenho um carinho por ele que...não sei, é difícil explicar. A professora está a criar as duplas e tenho de ficar com nada mais nada menos que a...Marina. Porquê ela? Antes preferia o Afonso ou as duas amigas dela: a Sílvia e a Stefanny. Este trabalho vai durar muito tempo, muito tempo mesmo.
Ela sentou-se ao meu lado com os gritinhos e assobios dos nossos outros colegas. Com a sua saiazinha bem trabalhada, a sua blusa azul linda. Qua raiva tenho dela! Bem, lá vou eu trabalhar com ela. Com ela? O mais preferível é que trabalhe sozinha. Até prefiro! 
Quando soube o trabalho até ia caindo da cadeira. Camões e Eça de Queiroz? O trabalho vai sair muito bem, muito bem mesmo. Respirei fundo. 90 minutos sentada ao lado da rapariga que menos gosto da turma? É tortura! Ela olhou para mim com aquela cara de cínica.
- Como é que vamos fazer o trabalho, nerd?
Se não fosse o facto de estar dentro de uma sala de aula eu dava-lhe um estalo agora mesmo. Costumo ser uma pessoa calma, pacífica, que não se mete em confusões mas eu não aguento com aquela miúda. Tenho de contar até 10. Mesmo depois da minha raiva só lhe consegui dizer:
- Fazemos na minha casa ou na tua.
Ela sorriu. Sorriso cínico óbvio.
- Tudo bem. É melhor fazermos na tua casa ou...espera, pode ser na minha casa.
Ela virou-se para as amigas e para o Ricardo.
- Depois de amanhã em minha casa às 16 horas. -disse ela.
A professora olhou para ela.
- Menina Marina? Só pode falar com a sua colega de trabalho.
- Desculpe professora. -disse ela se virando para mim.
- Fica assim?
Eu apenas afirmei com a cabeça. Olhei ligeiramente para o lado. O Ricardo estava com a Laryssa. Ela a falar do trabalho e ele a não entender nada. Que insensível! Odeio estes rapazes. Pobre da Laryssa. Até a falar se torna invisível. 
Lá está a Marina a estragar-me os pensamentos. Que chata! Agora até me chama com o dedo.
- Nerd, vais fazer tu o trabalho maior? É que eu não percebo nada de Camões nem de Queiroz.
Eu coloquei a mão na cabeça. Ela retorquiu logo de seguida vendo a minha reação.
- Não sei mesmo, nerd.
Será que ela nunca mais se cala com o nerd? Eu tenho nome, sou Catharina. Até se quiser pode me tratar por Cathie se preferir algo mais curto. Posso não gostar do meu nome mas é meu.
- Ok Marina. -disse eu sem paciência nenhuma.
- Devias perceber, aliás és explicadora. -continuou ela.
- Eu percebo, Marina.
Ela sorriu. Mas quantos sorrisos cínicos dela eu já contei?
- Mas tens que te ajudar.
Ela olhou para mim séria.
- Mas tu estás boa da cabeça? Eu não vou estudar, eu nunca vou estudar. Eu perco a minha reputação.
E eu perco cabeça estando contigo. Ela irrita-me! Olhei para o meu relógio de pulso. Só passaram 60 minutos. Ai! Vou sofrer.

Aqui está o capítulo. Esta história nos primeiros capítulos é diferente de todas as outras de mistério. Parece começar com situações engraçadas que em breve se irão tornar dramáticas. É mais uma mudança, além da escrita.
Espero que tenham gostado.

Bjs :)

22 comentários:

  1. Gostei!
    Posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  2. Gostei do capítulo!Parabéns pela história.

    ResponderEliminar
  3. Ainda agora a história começou e já não gosto da Marina.
    mas ela tem o mesmo nome que eu :( Triste vida a minha!
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Que lindo!A Marina já é a vilã da história?Tão cedo?Provavelmente não será vilã no final.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Boa narração,boa descrição!Gostei da primeira impressão que passaste.
    Parabéns pela nova história!

    ResponderEliminar
  6. Gostei muito do capítulo.A Catharina parece uma personagem que se liga muito aos leitores.Também já me vi a pensar nas mesmas coisas que ela.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  7. espero por mais um capítulo.

    ResponderEliminar
  8. a história só está no primeiro capítulo e já está muito boa.

    ResponderEliminar
  9. a história está perfeita!já me identifico com a catharina.

    ResponderEliminar
  10. Ainda no terceiro capítulo e já está fantástica.Parabéns pelo feito.

    ResponderEliminar
  11. Parabéns pela história!Superou muito as expectativas.

    ResponderEliminar
  12. Essa Marina parece uma idiota mas vou esperar mais uns capítulos para poder confirmar.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  13. Agora que isto está a começar acho que a vilã não será a Marina.Penso eu.
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  14. adorámos!a história vai ser fantástica!apostamos nisso com toda a certeza.

    ResponderEliminar
  15. Gostei muito da indicação da Silvia, gostei vou acompanhar, divulga para mim por favor http://costa-webnovel.blogspot.com.
    Sabe eu não consigo seguir esse acordo sinto que escrevo errado.

    ResponderEliminar
  16. Parece mesmo a minha turma!! Só que eu sou a "nerd" e a Marina chama-se Márcia :)

    Pugs Generation

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.