sexta-feira, 27 de junho de 2014

Capítulo 11

(Observação da autora no dia 04/10/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "O Que Espero Encontrar". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não sei se será lançado em livro algum dia, mas não alterei qualquer palavra ou enredo, apenas erros).

Atenção: Esta história não foi escrita nos termos do novo acordo ortográfico.

Capítulo 11

Às duas da manhã, a Natasha e o Alexandre ainda se encontravam na festa. Eram os únicos. O Alexandre já tinha bebido demais.

Horas mais tarde, o Felipe levantou-se da cama. Estava com saudades de voltar a ver a Natasha. Tomou o pequeno-almoço e foi a casa dela.
– Bom-dia, Felipe. – Foi a mãe da Natasha que o recebeu.
– Olá, senhora. A Natasha está?
– Está sim, querido. Vou chamá-la.
Ela sai da porta de casa e vai chamar a filha. Poucos segundos depois, ouve-se um grito e o Felipe foi a correr ver o que se passava. A Natasha estava na cama a dormir com o Alexandre.
– Mãe, não era preciso gritares. – Disse a Natasha.
– Que pouca vergonha é essa? – Perguntou a mãe dela, colocando a mão na anca.
– Senhora, não é nada disso que está a pensar. – Disse o Alexandre, se levantando da cama à pressa e um pouco atrapalhado.
A Natasha olhou para o namorado.
– Tu não deves nenhuma explicação para a minha mãe.
O Felipe decidiu entrar na conversa.
– Respeita a tua mãe, Natasha.
– Eu respeito, mas o Alex não tem nenhuma explicação para lhe dar.
– Vai para casa, Alexandre. – Disse a mãe da Natasha.
– Claro. – Disse à mãe da namorada e, depois, virando-se para a Natasha – Ligo-te mais tarde.
O Alexandre foi-se embora do quarto, deixando a camisola em casa da namorada por esquecimento. A Natasha olhou para a mãe.
– Viste a vergonha que me fizeste passar?
– Estás de castigo. Dá-me os teus objectos electrónicos. Não vais sair para lado nenhum. É escola, casa, casa, escola. E eu vou te buscar e trazer todos os dias.
– Não se incomode. Eu próprio posso levar e buscar a Natasha.
– Obrigada. E a única pessoa que podes convidar para entrar cá em casa é o Felipe, pois quando andavas com ele, tu tinhas mais juízo.
– Mas eu não era feliz.
A mãe da Natasha saiu do quarto fechando a porta. A Natasha olhou para o Felipe.
– O que queres de mim? Queres rir de mim?
– Não. Só queria te ver, mas parece que estavas ocupada com o outro rapaz. Agora veste-te que vamos à escola.
A Natasha olhou séria para o Felipe.
– Quando há festas ninguém vai no dia seguinte à escola.
– Não é ninguém. Tu vais. Estou à tua espera.
E dizendo isto, saiu do quarto dela.


Fim do Capítulo 11.

19 comentários:

  1. estou a detestar essa relação da Natasha com o Felipe.Ele parece um idiota e ela tem uma imagem falsa.

    ResponderEliminar
  2. A mãe dela a escolher o Felipe...
    Estás a gozar?!Eu amo o Sam Claflin,é um ator perfeito!
    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. imagino o que isso vai dar a partir daí.

    ResponderEliminar
  4. Queria que a Natasha acabasse solteira mas vejo que vai ficar com o Felipe.Ele parece um idiota depois de tudo o que fez a ela.
    Enganas-te, eu adoro o Sam Claflin, sou fã dele!
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Esse Alexandre não me parece de confiança mas o Felipe também leva muito a desejar.

    ResponderEliminar
  6. esse alexandre é um idiota!

    ResponderEliminar
  7. acho que o alexandre ainda vai trair a natasha.

    ResponderEliminar
  8. A mãe a dizer isto só pode ser castigo.

    ResponderEliminar
  9. Coitada da Natasha :(
    Cai tudo em cima dela.

    ResponderEliminar
  10. coitada da natasha,não merece isto.

    ResponderEliminar
  11. Depois disso acho que vai acontecer muita coisa entre o Felipe e a Natasha.
    Admito que não gosto deles juntos.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  12. Eu não estou a gostar do Felipe.
    Eu sou fã do Sam Claflin desde que ele atuou em Branca de Neve e o Caçador.
    Beijos e Posta logo.

    ResponderEliminar
  13. A Natasha precisa de outra pessoa ao lado dela,não o Felipe!
    Eu sou fã do Sam Claflin!
    Beijos.
    Posta logo.

    ResponderEliminar
  14. mas porque é que a mãe foi fazer isso?isso não é mãe!

    ResponderEliminar
  15. Obrigada por me receber tão bem Diana, como eu disse estou antenada aos posts e esperando uma estória nova para acompanhar desde o começo!
    cerejanocupcake.blogspot.com

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.