AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Capítulo 12

Olá Pessoal!
Espero que a vossa semana tenha corrido bem. Sejam bem-vindas as novas seguidoras!

Evanir: Obrigada pelo comentário.

Sophia Gomez: Também acho estranho. Obrigada pelo comentário e não tem problema, comenta quando puderes.

Bem, esta história O Colégio Interno tem tido menos visualizações, comentários e leitores. Sei que não é do agrado da maioria de vocês mas qualquer critica construtiva que queiram fazer estão à vontade.

Capítulo 12

Elas encaminharam-se para uma sala de aula com ele atrás. Entraram dentro da sala e fecharam a porta. Estavam fechados numa sala. Se a directora os visse levavam um castigo. Não que isso fosse importante, pois o Fábio já lhes tinha dito que não se ia embora enquanto não soubesse a história toda. O problema é que, naquele momento, ele já não sabia o que pensar. Por um lado sentia-se aliviado por o Duarte não levar a Estela mas por outro ele podia ser capaz de fazer isso à força, bastava querer.
- Sabias que os alunos têm os seus processos? -perguntou a Fabiana para o Fábio.
Ele afirmou com a cabeça. Tantas perguntas! Tantas perguntas e tão poucas respostas. Como a nova que acabava de lhe ocorrer: Como é que ia conseguir que a Estela olhasse para ele da mesma maneira que a Vânia estava a olhar para aquele tipo, o Duarte?
- O Duarte é filho de um pai polícia. -disse a Fabiana.
- Isso já toda a gente sabia. -respondeu o Fábio.
- Mas o que não sabes é que ele meteu-se em muitas confusões, por pouco não foi parar à cadeia.
- Mas ele é menor.
A Estela abanou a cabeça.
- Ele já tem 18 anos. Chumbou por causa da quantidade de confusões em que se meteu.
- Os pais para castigo meteram-no neste colégio por ser um bom colégio e educar bem os alunos. -continuou a Fabiana.
- Mas que confusões?
- Uma delas foi ter traído o melhor amigo dele. Ele dormiu com a namorada do melhor amigo. -disse a Fabiana.
- A rapariga não fez nada?
- Claro que não. Ela era a mais popular do colégio deles. O Duarte apareceu na escola e tornou-se no mais popular deixando o melhor amigo para trás, além de que ela preocupava-se mais por continuar a ser popular do que com o namorado. -disse a Fabiana.
O Fábio estava espantado.
- A Vânia...
- Sim, a Vânia é a mais popular deste colégio e ele deve ter pensado que ela era como todas as outras miúdas populares. Ela apaixonou-se por ele, infelizmente.
- Mas tu também és popular. Ele podia ter tentado algo contigo.
- Sim mas eu desde o principio que dizia que odiava rapazes como ele e é verdade.
- Porque é que o Duarte não levou a Estela quando a viu? Eu não causo medo.
Isto era uma das coisas que andava a incomodar-lhe.
- Porque ele deve ter descoberto algo. Talvez também por estar lá a Vânia e não ver a sua presença. -respondeu a Estela.
O Fábio estremeceu. Não conseguia evitar.
- Não vos preocupa que com a Vânia a ter estes pensamentos de o Duarte ser o melhor possa a pôr em perigo?
A Fabiana afirmou com a cabeça.
- A Vânia pode ter um ar de durona mas é sensível.
Houve silêncio.
- Então -a Fabiana olha para o Fábio -acreditas em nós agora?
- Acredito. -afirmou. Na verdade não conseguia acreditar no que elas diziam, embora saber que elas não podiam estar a mentir.
- Óptimo -disse a Fabiana -talvez seja melhor não contares isto a ninguém. Agora se não se importam podiam ir para a cama.
E saiu da sala, fechando a porta de seguida. A Estela sorriu para ele.
- Obrigada por me teres salvo do Duarte.
- De nada. Quando quiseres, estou aqui.
O rosto dela transformou-se em preocupação.
- Fábio -começou ela. E havia qualquer coisa no modo como os seus lábios formavam o seu nome que o fazia sentir-se um tanto ou quanto louco...como se quisesse abraçá-la -agradeço. Agradeço mesmo. Mas é demasiado perigoso.
- Eu não quero saber se é perigoso.
- Fábio -ela abanou a cabeça -não compreendes. Não te posso deixar que arrisques a tua vida dessa maneira. Para mim é diferente pois eu e a Fabiana sabemos a verdade mas tu não compreendes.
O Fábio fez parar a Estela.
- Diz-me só que não vais fugir de mim.
Ela fixou os seus olhos nos olhos dele.
- O quê?
- Desculpa -disse -mas não vais fugir de mim agora que sei a verdade.
Ele deve ter tido um aspecto aterrador pois ela só disse:
- Está bem. Mas vais sofrer.
Ela teve a última palavra o que para ele era óptimo. Ela podia ter a última palavra. Agora ela não iria fugir dele.

Aqui está. Pronto.
Obrigada pelos comentários no capítulo anterior. Obrigada pelos elogios. Quando eu penso que esta história está horrível graças às vossas respostas, mais comentários agradáveis aparecem.
Até sexta.

Bjs :)

27 comentários:

  1. tá fixe.
    gostei.isso é romance?

    ResponderEliminar
  2. tá lindo.
    posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  3. Acho que o segredo do Duarte é mais que isso.

    ResponderEliminar
  4. que capítulo..isso foi um romance?estou pasmado.

    ResponderEliminar
  5. Não acredito que seja apenas esse o segredo dele.

    ResponderEliminar
  6. mas o que foi isso?romance?amei!

    ResponderEliminar
  7. Isso foi romance?Isso foi romance?Impossível de acreditar...
    Continua.

    ResponderEliminar
  8. Que personagem estranho esse Duarte.

    ResponderEliminar
  9. Adorei o momento romântico dos dois.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  10. Foi um bom capítulo para quem não sabe escrever romance.
    Continua!

    ResponderEliminar
  11. Olá!!!, Deus seja contigo boa tarde, amiga obrigada pela visita e eu acho que Duarte tem mais segredo, SUCESSO AMIGA.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderEliminar
  12. continua a dizer que isto é romance.a Diana mudou o rumo das histórias.

    ResponderEliminar
  13. O capítulo ficou ótimo. Acho que o Duarte tem muito mais segredos do que eles imaginam. Aquilo foi romance?? A cena ficou boa, não ficou melosa.
    Posta logo!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  14. Não li os outros capítulos, mas adorei esse. Bem misteriosa... adorei. Seguindo aqui pode seguir o meu? http://diamonds-fairy.blogspot.com.br/
    Beijão!

    ResponderEliminar
  15. Oiii linda, estou aqui pela Helena..que me pediu para lhe acompanhar..e vou sempre vir aqui para ler sua história...super beijo flor!!!!!

    http://borboletandoaalma.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  16. Adorei o capítulo.
    Ao ver os outros comentários percebi que não é só eu que acha que Duarte ainda tem mais segredos... E você que disse que não sabe escrever romances, muita modéstia da sua parte, como eu já lhe disse, você escreve muito bem, se um dia publicasse um livro, eu não exitaria em compra-lo.
    Posta logo!
    Bjssss

    ResponderEliminar
  17. Adoreeeei!

    Beijoos, Ana Carolina.
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderEliminar
  18. Uma história bem interessante.

    Beijos!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  19. muito lindo seu trabalho o LAYOUT É INCRÍVEL estarei sempre por aqui!
    Visite meu blog se gostar segue, que sigo de volta

    Visitem:
    http://charmantye.blogspot.com.br/

    curtam a fanpage:
    https://www.facebook.com/Charmosa.cleidianesouza?ref=hl

    Se inscrevam no canal:
    http://www.youtube.com/watch?v=wnIJOVJgR44

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.