sábado, 3 de novembro de 2012

Capitulo 3 - Conhecer os alunos

Olá Caros leitores e comentadores! Bem, pessoal, aqui está o capitulo 3. Obrigado pelos vossos comentários. Obrigado também aos meus colegas de turma que também comentaram. Espero que gostem deste capitulo também.

Ana Rodrigues

Reparei que a Diana estava a aproximar-se e decidi apresentá-la ao grupo. Ela olhava para mim como se quisesse uma explicação. Apenas sorri.
Todos a cumprimentaram. O Henrique, sempre a sorrir e a dizer barbaridades disse-lhe olá. O rapaz dava vontade de rir.
- Estávamos aqui a falar com a tua amiga, Diana. Se quiserem entrar no grupo que entrem mas não falem muito com o resto da turma. Não queremos que outras pessoas entrem a menos que queiram. - disse a Catarina.
Olhei para a minha amiga séria. Estranho? Sim. Muito estranho. O clima entre nós mudou repentinamente mas um tal de João resolveu falar.
- Então, gostam da escola?
A Diana riu.
- Antes odiava esta escola mas depois...- vi que ela tentava encontrar a palavra adequada - ...achei-a muito interessante.
Eu baixei a cabeça enquanto tentava esconder um sorriso. 666 na mente!
Até era engraçado estarmos numa escola a tentar encontrar um assassino em série que podia estar até mesmo agora a falar connosco. Nunca trabalhei assim numa escola com ele tão perto mas ao mesmo tempo tão longe.

Ana Martins

As aulas passaram e fui para casa na companhia da minha irmã e da Ana. Confio na Ana embora nós não falarmos muito uma com a outra. Saímos da escola e vimos os três rapazes da turma, o César, o Ailton e o Miguel, a fumar perto da paragem. Comecei a rir com as caras das minhas duas acompanhantes. Vestiam-se pareciam drogados. Cheguei a comentar com elas quando já estávamos longe.
- Houve lá, a tua mãe não te ensinou a não falar mal das pessoas?
A Diana "ralhava" comigo mas tudo na brincadeira.

Diana

Chegámos a casa. A minha irmã foi para o seu quarto e eu e a minha colega ficámos na sala. Os meus pais ainda não tinham chegado a casa o que nos facilitava conversar nesse lugar da casa.
- Tens as fichas dos alunos? - perguntei.
A minha amiga colocou a mão na testa.
- Esqueci-me disso na escola.
Olhámos as duas uma para a outra assustadas.
- Temos que ir à escola antes que vejam e nos descubram. - disse eu.
Dissemos à minha irmã que íamos voltar à escola e saímos de casa.
Espero que não tivéssemos sido apanhadas!

Aqui está.
Será que elas não são descobertas?

Descobrirão no próximo capitulo.

23 comentários:

  1. tá fixe!
    esse grupo da Catarina faz-me lembrar o da minha escola mas é tudo um grupo de miudas idiotas.

    ResponderEliminar
  2. Adorei!
    Elas não vão ser apanhadas já.

    ResponderEliminar
  3. Tá fixe!
    Que história mais estranha.São os personagens a história e não o narrador.

    ResponderEliminar
  4. tá lindo!

    Beijos,
    Natasha Alyosha :)

    ResponderEliminar
  5. Adorei.
    A Ana Rodrigues parece ser uma personagem muito alegre e um pouco trapalhada também.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  6. tá giro!elas não vao ser apanhadas agora não é?claro que nao.

    ResponderEliminar
  7. OMG, adorei o suspense que criaste com o esquecimento das fichas dos alunos. Estou ansioso por saber o que vão fazer com elas! Continua ;)

    ResponderEliminar
  8. A ana Rodrigues é policia mas muito esquecida :D
    Posta logo!
    Adorei.

    ResponderEliminar
  9. Oi linda! Adorei a nova fic....
    Posta logo, ok?
    E eu já postei lá no blog, tá?
    Beijos*

    ResponderEliminar
  10. Muito bom Diana. Gostei mesmo. E essa mudança de ponto de vista das personagens, ás vezes não é fácil de se conseguir. Continua assim. Vou tentar vir e comentar em todos os novos posts desta história. Bj

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.