AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

Capítulo 11 - A Desaparecida

Olá Pessoal!
Vi as vossas perguntas sobre a possível morte do João Paulo quando postei o excerto/trecho na página do Facebook e decidi não revelar a verdade. Quanto aos espíritos malignos... deixo a vosso critério.

Queria que vocês começassem a votar na próxima história:
Dupla Fatal;
Memórias Guardadas;
OU
História de uma Adolescente - Parte II. (A primeira parte pode ser lida AQUI, caso ainda não tenha lido).
Para puderem tomar a decisão têm o género delas na página "Histórias".

Aqui têm o capítulo 11 (finalmente).
Espero que gostem.

Capítulo 11 - A Desaparecida

- Monalisa? - perguntava João Paulo.
Entrou dentro do local da festa, que continuava vazio e onde o Simão foi morto.
- Monalisa?
Depois de revistar o local, onde não tinha encontrado nada, saiu, assustando-se logo de seguida com passos que iam em sua direção. Ele aproximou-se do barulho. Era o Luís, um dos rapazes universitários.
- Assustaste-me!
- Tu é que me assustaste. - disse ele - Que fazias aqui?
- Estava à procura da Monalisa. Viste-a?
- Não, tu viste o Simão? Estava à procura dele.
- Também não o vi. A rapariga loira também anda desaparecida.
- A Raquel? Sim. Não sei o que se passa com eles.
- Continua a procurar. - falou o João Paulo afastando-se do Luís.
Ele continuou a procurar. "Onde será que ela se meteu?" - pensou. Encontrou uma casa ali perto e abriu a porta. Estava tudo escuro lá dentro. Alguém acendeu uma vela.
- Vê-se melhor cá de dentro!
- Peço desculpa, a porta estava aberta e... - ele olhou para o homem. Era um senhor já idoso, com os seus 60 e tal anos. Um pouco assustador - ...procuro uma amiga minha. Pensei que talvez estivesse aqui.
- Uma amiga tua? Tem nome?
- Monalisa.
O velho não teve tempo para responder. A Monalisa tinha aparecido perto dele, com a voz um pouco sumida. Esteve a correr.
- Vamos! - exclamou ela, levando-o pelo braço.
O velho ficou a olhar para o chão, a rir-se.

- Que horror! Assustou-me completamente! - disse ele - Onde estavas?
- Estava... - Monalisa não sabia o que responder.
- Estás bem?
- Sim, estou bem.
- Que se passa com este homem? Que faz ele aqui? - perguntou ele.
- Parece que é o dono destas terras.
- Há algo de muito estranho neste lugar. Acho que me arrependo de ter vindo para aqui esquecer o meu... - fez uma pausa - passado.
- Estiveste lá dentro? Com o homem?
- Sim, estava muito amável e simpático, e de repente pôs-se a dizer disparates. - Ele riu-se - Talvez estivesse a gozar comigo. Ele tem ar de louco. A aparência dele é assustadora.
- Porque é que ele iria gozar contigo? - perguntou ela.
- Não sei. Talvez seja apenas algo para nos assustar. Sabes que muita gente gosta de fazer isso. - ele ficou preocupado com a reação dela - O que foi?
- Acreditas na vida depois da morte?
O João Paulo achou estranha a pergunta dela.
- Queres dizer na reencarnação?
- Não, em espíritos malignos. Coisas dessas.
- Que queres dizer? - João Paulo não estava a entender nada.
Ela aproximou-se dele.
- Como se alguém nascesse malvado, ou louco, e ao morrer o seu espírito ou alma continuasse viva só que na pele de outra pessoa.
Ele riu-se.
- Não. Não acredito nisso. Além disso, não acredito em espíritos malignos, fantasmas e coisas dessas. Tu acreditas?
A Monalisa riu-se.
- Não. Claro que não. Apenas perguntava.
O João Paulo ficou sério.
- Eu sei que sentes a falta do teu marido. Tenho a noção disso mas...
Ela interrompeu-o.
- Não, não é nada disso. Vamos mudar de assunto.
Ele olhou para Monalisa.
- Tens a certeza?
Ela respirou fundo.
- Eu já não penso no meu marido. Não sei... Eu não penso nele como pensava que iria pensar.
- É o tempo que passaste aqui? Fez-te esquecer?
Ela sorriu.
- Acho que não foi isso. Acho que foi mais a quantidade de pessoas que entraram na minha vida. Tu principalmente.
- O que é que estás a querer dizer? - disse ele a parar de andar.
- Acho que me apaixonei por ti. Provavelmente. - responde, a parar à frente dele.
O João Paulo ficou chocado por breves segundos.
- Não fazia ideia, Monalisa. Estou um pouco chocado, admito.
- Eu sei que sim. - disse ela a recomeçar a andar.
- Espera! - pediu ele, agarrando o braço dela.
Ele aproximou-se dela e beijou-a. O velho, que estava ali perto, viu-os com uma expressão séria.

Aqui está. Pronto.
Já esperavam que algo acontecesse entre o João Paulo e a Monalisa?

O Capítulo 12 vai ser postado na Segunda-Feira, 6 de Abril.

Beijos e Boa Páscoa.

23 comentários:

  1. Não consigo entender o mistério.
    Voto em Memórias Guardadas.

    ResponderEliminar
  2. tá lindo.
    posta logo.
    voto em historia de uma adolescente.

    beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  3. não fazemos ideia de quem seja.
    eu (Cátia) voto em dupla fatal e história de uma adolescente e a Sara vota em história de uma adolescente.

    ResponderEliminar
  4. Voto em Memórias Guardadas.
    Quero ver a continuação porque agora estou com a cabeça num nó com essa história.

    ResponderEliminar
  5. Eu não consigo perceber se a Monalisa tem alguma coisa a ver ou não com os assassinatos.
    Voto em Memórias Guardadas ou História de uma Adolescente.

    ResponderEliminar
  6. Essa conversa deles os dois e o beijo deles e o velho a ver é muito sinistro.
    Tenho medo do final dessa história.
    Voto em História de uma Adolescente - Parte II porque quero ver como fizeste o drama.

    ResponderEliminar
  7. Continua! Estou curioso.
    E voto na história História de uma Adolescente.

    ResponderEliminar
  8. não sei ainda se o culpado das mortes é o velho ou a monalisa.
    voto em história de uma adolescente. quero ver o drama.

    ResponderEliminar
  9. não sei mais o que dizer. parece ser o velho mas essa conversa dele com a monalisa...não sei.
    voto em memórias guardadas e dupla fatal.

    ResponderEliminar
  10. Este mistério é melhor que todos os outros. Tenho dois suspeitos:o velho e a Monalisa. Acho que é o velho.
    Voto em Memórias Guardadas.

    ResponderEliminar
  11. Estou muito curiosa para o final disso!
    A minha cabeça está a dar um nó sem saber em quem acreditar. E que conversa suspeita. E beijo suspeito e o velho a ver tudo. Medo! É só o que tenho a dizer.
    Eu voto em Memórias Guardadas.

    ResponderEliminar
  12. Não estou conseguindo achar nenhum assassino possível que fosse pouco óbvio. O velho e a Monalisa são óbvios.
    Voto em Memórias Guardadas e História de uma Adolescente parte 2.

    ResponderEliminar
  13. Adorei <3
    Voto em Dupla Fatal.

    ResponderEliminar
  14. será que o velho é o assassino? a monalisa parece dizer nessa conversa com o joão Paulo que é uma vitima.

    ResponderEliminar
  15. Cada vez mais os capítulos avançam, mais fico sem saber o que pensar quanto ao possível assassino.
    Agora a Monalisa parece ser uma vitima.
    Sinceramente não sei...
    Voto em História de uma Adolescente.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  16. Voto em Dupla fatal e História de uma adolescente.
    Eu continuo achando que é o velho! E ponto final!

    ResponderEliminar
  17. Que conversa suspeita.
    Além disso eles ainda beijam-se o velho vê.
    É estranho.
    Voto em História de uma Adolescente porque o género está a causar-me curiosidade e em Memórias Guardadas porque é Drama e parece-me ser um drama igual a Uma Vida Eterna.

    ResponderEliminar
  18. Só tenho perguntas na minha cabeça e não consigo responder a nenhuma: Quem será o próximo a morrer? Quem será o assassino?
    Só me resta esperar. Voto em história de uma adolescente - Parte II.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  19. Gostei. Ainda não o que pensar da Monalisa.
    Voto em Dupla Fatal.

    ResponderEliminar
  20. Você é esperta. Criou um mistério de todo tamanho.
    Quem é o assassino dessa gente toda? E essa história de espíritos. Não me vai falar que quem morreu está matando todo mundo. Se for tenho um treco.
    Voto na perfeita História de uma Adolescente porque essa segunda parte foi muito aguardada por mim.

    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  21. Eu acho que a culpada não é a Monalisa. Essa conversa dos dois dá a entender que ela já viu alguma coisa suspeita e está com medo de algo. Acho eu. Eu penso assim.
    Eu voto em História de uma Adolescente e Memórias Guardadas.
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  22. O velho é o maior suspeito, na minha opinião. E essa conversa sobre espíritos? Tive uma ideia louca aqui, vou esperar para ver se estou certa.
    Voto em Memórias guardadas.
    Beijos!

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.