AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Capítulo 15

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Entendo as opiniões dos leitores que dizem que a Marcela/Zélia apenas está a "pagar" pela mentira que criou. Cheguei a pensar nisso quando escrevi.
Espero que gostem deste Capítulo.

Capítulo 15

A Marcela foi para os bastidores e viu a amiga Teresa Cristina.
- Que raiva! Porque é que todos têm de chamar pela Laura?! – Disse a Marcela sentando-se numa cadeira.
- A culpa não é deles. Quem mandou criares uma personagem que é igual a uma cantora famosa?
- Sim, tens razão. Agora vamos embora antes que eu faça algum disparate.
As duas saíram do local do concerto e regressaram ao acampamento.

No dia seguinte, a meio da tarde, decidiram todos jogar monopólio. Ficaram a jogar durante horas.
- Pessoal, é impressão minha ou está escuro demais para as cinco da tarde? – Perguntou o César.
O João olhou para o relógio. Ficou espantado.
- Pessoal, são três da manhã!
A Teresa Cristina levanta-se da cadeira.
- Três da manhã?
- Nós temos de sair daqui. E rápido. – Disse o João.
- Eu sou coordenador, devia já estar a dormir para às 8 da manhã estar a acordar-vos. Vamos todos embora! – Ordenou o César.
- Oh! – Exclamou a Vera – Amanhã temos avaliação de canto.
- Nem acredito que me esqueci disso. – Disse a Teresa pondo a mão na testa.
Eles vão todos para a cama. Teriam poucas horas para dormir.


Tinham chegado as 8 horas. A Teresa Cristina foi acordar a Marcela.
- Deixa-me dormir mais um bocadinho.
A Teresa respirou fundo.
- Nem acredito que ficámos a jogar a tarde e a noite toda. – Disse a Teresa à amiga, ainda ensonada.
- Ah, sim. Eu também não.
A Teresa olhou para a Marcela, séria.
- Vai-te vestir. Hoje temos a avaliação de canto. Até os professores vão e é importante.
A Marcela parou de se mexer, chocada.
- Oh meu Deus!
Levantou-se num ápice e foi se vestir. A amiga riu.


Assim que fizeram a avaliação, o João, que já tinha feito também, foi ter com a Teresa.
- Então, tudo bem? – Perguntou a Teresa vendo a cara de tristeza do João.
- A avaliação de canto correu-me mal.
- Sinto muito. – Disse ela, colocando-lhe a mão no ombro.
- E contigo? Como foi?
- Mais ou menos.
O César chamou o João.
- A Laura está a chamar-te no telemóvel!
O João olhou para a Teresa.
- Vou ter que ir. Até já.
- Até já.
E ele afastou-se.

Aqui está.
Espero que tenham gostado.

Marquei mais datas para os posts dos próximos capítulos.
Os Capítulos 16 e 17 serão postados na sexta-feira, dia 14 de Novembro.
O Capítulo 18, especial aniversário Juliana (uma das leitoras) será postado na terça-feira, 18 de Novembro.
E os Capítulos 19 e 20 serão postados na sexta-feira, 21 de Novembro.

Boa leitura!

9 comentários:

  1. ficar altas horas a jogar monopólio é tão normal!

    ResponderEliminar
  2. Eu tive pena da Marcela.Ela nunca iria imaginar que criaria uma imagem de uma cantora famosa no acampamento.
    Ela lá sabia disso.

    ResponderEliminar
  3. A Teresa teve toda a razão em dizer isso na cara da Marcela.
    Posta logo.
    Beijos :)

    ResponderEliminar
  4. Mantenho a minha opinião:a Marcela foi a culpada e concordo com o que a Teresa disse a ela.
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  5. Adorei o que a Teresa disse à Marcela,acho que diria o mesmo.
    E esses dois idiotas (Teresa e João) que nunca se resolvem?
    Posta logo.

    ResponderEliminar
  6. Especial Aniversário para Mim!Morram de inveja!
    ihih!
    Agora o capítulo:
    A Teresa e o João nunca mais ficam juntos (pqp).
    Eu adoro o César. O melhor personagem!
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  7. A Teresa já mete raiva!Nunca mais se decide!

    ResponderEliminar
  8. Não estou comentando, mas estou acompanhando. Adoro o João gente =D
    Mas, meu deus, por que que eles não se resolvem? Que raiva u_u'
    Posta logo :*

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.