terça-feira, 10 de setembro de 2013

Capítulo 6 e Capítulo 7

Olá Pessoal!
Aqui estão os capítulos 6 e 7 para vocês. Espero que estejam a gostar da história.

Anónimo: Obrigada pela crítica. Bjs.

Sophia Gomez: Não tem problema, Sophia. Quando puder comenta. Obrigada. Bjs.

Elisa Rodrigues: Obrigada, tive a reler e sim, tenho alguns. Obrigada pelo aviso.

Chris: Oi Chris! Obrigada por entender o Português/Portugal. Imagino que seja difícil para as pessoas brasileiras que lêem o meu blog mas como é tudo português, acho que todos nos entendemos mutuamente. A história Profissão Sexual ainda não está publicada. Irá ser publicada neste blog depois da história O Que Espero Encontrar que está neste momento lá.
Eu reli o capítulo 3, na verdade, imaginando menos 3 horas e pensando que elas começam a estudar às 8 da manhã eu acho que, mesmo sendo de manhã, as pessoas vão pensar que é de noite porque ainda vão dormir. Decidi escrever numa forma básica porque era numa fala de um personagem mas acho que não correu muito bem porque, pensando nessa forma, o que eu escrevi está errado.
Obrigada pelo comentário.

Susane: Obrigada Susane. Volte sempre.

Antes de postar, devo dizer que um dos capítulos é um especial aniversário. O Nuno, um dos leitores deste blog, faz anos hoje.
Parabéns Nuno! Espero que gostes.

Capítulo 6

Um novo dia apareceu, pior para a Melissa. Durante toda a manhã, receou que algo lhe acontecesse. Enquanto estava deitada, sem sono, na cama, chegou a imaginar o que será que estava a acontecer e a confrontar, mas ela conhecia-se demasiado bem para pensar se teria mesmo coragem para o fazer. Ela tinha a certeza que algo de estranho se estava a passar naquele colégio. E embora não admitisse que fosse algo com a Vânia, ela sabia que poderia ser. Com pressa que o dia acabasse, foi a primeira a chegar à primeira aula. Quando chegou à sala viu que estava algo escrito no quadro e reparou que estava dirigido a ela. “Melissa, és a próxima, ou sais deste colégio ou sofrerás as consequências”. A Melissa começou a chorar enquanto se sentava na cadeira. “Quem é que faz isto? O colégio não está assombrado coisa nenhuma” -pensou ela. Melissa levantou-se da cadeira e gritou. Segundos depois, a Estela e os amigos estavam ao lado dela.
- O que se passa Melissa? -perguntou o Nélson.
A Melissa apontou para o quadro. O Nélson olhou e ficou boquiaberto.
- O que é isto?
A directora olhava para o quadro atentamente.
- Isto é alguma piada? Quem fez isto?
A Vânia interveio.
- Não se vê que foi ela própria que escreveu isso.
A directora olhou para a Vânia com um olhar reprovador.
- Menina Vânia no meu gabinete já!
A Vânia saiu da sala.
- Professor Artur faça a sua aula sem a menina Vânia por enquanto.
- Claro.
A Fabiana interrompe.
- Directora, desculpe mas a Vânia não fez nada disto no quadro.
- Não defenda a sua colega sem provas menina Fabiana.
A Fabiana baixou a cabeça. O professor Artur apagou o quadro e começou a sua aula. A directora foi falar com a Vânia.
- Diga-me menina Vânia, a menina não simpatiza muito com a menina Melissa, verdade?
- Na verdade não directora.
- Então a menina vai ser castigada.
- Porquê? -perguntou assustada a Vânia.
- A menina podia fazer isso à sua colega.
- Mas não tem provas.
- Não tenho mas prefiro cortar o problema pela raiz.
- Qual é o meu castigo?
- Vai ficar uma semana sem ver os seus pais.
A Vânia respirou fundo.
- Está bem, directora.
- Vá para a aula menina Vânia.
A Vânia saiu do gabinete da directora.

Capítulo 7

A Vânia entrou dentro da sala.
- Entra Vânia! Estava a começar a dizer que íamos ler um excerto de uma história parecida com a deste colégio mas sem as partes assustadoras.
A Melissa olhou para a Estela e para os três irmãos.
- Melissa, a menina podia ler o primeiro parágrafo?
A Melissa leu o primeiro parágrafo. Arrepiou-se ao ler. A Estela sentiu-se meio incomodada.
- Estela continue. -pediu o professor.
Seguiu-se o Nélson, a Vânia, o Fábio e o Raul. A Melissa chegou a questionar-se se o professor sabia do que se passava. A aula parecia não ter fim mas quando finalmente acabou, a turma saiu quase às pressas para fora da sala. A Vânia foi ter com a Melissa.
- Eu fui culpada de algo que tu fizeste.
- Eu não fiz nada Vânia.
A Vânia abanou a cabeça.
- A próxima que tu me fazeres isto estás feita.
E sem dizer mais nada saiu para o bar. O Nélson foi ter com a Melissa.
- Olá!
- Olá!
- Estás melhor?
A Melissa afirmou com a cabeça.
- Eu vi o que a Vânia te disse. -disse ele.
- Mas eu não tive a culpa.
- Eu sei que não, passa-se algo neste colégio.
- O colégio não pode estar assombrado.
- Talvez. Mas agora não vamos falar mais disto. Queres ir ao bar?
- Pode ser.
A Melissa e o Nélson foram ao bar deixando os dois irmãos e a Estela sozinhos.
- Pessoal, já que o meu irmão decidiu ir com a Melissa e esqueceu-se de nós, eu vou ter com a Camila. Vemo-nos na aula de Espanhol. -disse o Raul saindo.
O Fábio respirou fundo.
- Parece que ficámos só nós os dois.
A Estela sorriu.
- Sim, parece que sim.
Eles ficaram a falar indo a caminho do bar.

Tinha chegado o tempo da aula de Espanhol. A professora, alta de cabelo preto, já aguardava a chegada dos alunos na sala. Quando a Melissa entrou dentro da sala, a professora, de seu nome Emília, entregou-lhe um envelope dizendo que alguém pediu que lhe entregasse. A Melissa abriu e assustou-se quando reparou que era um recado escrito a tinta vermelha e dizia o seguinte: “Melissa vais sofrer as consequências”. Melissa olhou para todos os seus colegas de turma e reparou que a Vânia estava com um sorriso cínico para ela. A Melissa saiu da sala a correr sem pedir autorização à professora. Olhares curiosos olhavam para a porta pela qual a Melissa tinha saído. Ela foi para o gabinete da directora.
- O que aconteceu menina Melissa? -perguntou a directora preocupada quando a viu entrar.
- Veja isto directora. -disse a Melissa entregando o papel.
A directora pegou no papel e leu.
- Quem fez isto?
- Vi a Vânia a olhar para mim com um sorriso cínico.
A directora afirmou com a cabeça.
- A menina Vânia precisa de um castigo maior. Pode ir menina Melissa. Eu ficarei com o papel para entregar aos pais dela.
A Melissa saiu do gabinete da directora e voltou à sala pedindo desculpas à professora. Minutos depois, a directora apareceu na sala para falar com a Vânia. A directora e a Vânia foram falar no gabinete.
- A menina Vânia precisa de um castigo maior.
- Porquê? O que é que eu fiz?
- Pregou sustos à sua colega Melissa.
- Eu prego sustos a ela? Ela é que prega a mim e eu é que sou a culpada?
- Mandou-lhe este papel. -disse a directora mostrando o papel.
- Eu não escrevi nada para ela.
- Eu vou falar com os seus pais menina Vânia.
- Mas eu...
- Pare! Vá para a sua aula agora. Irei falar com os seus pais e contar o que aconteceu e eu pensarei num castigo para a menina. -disse firme a directora.
A Vânia saiu do gabinete da directora. 
“Não é justo. Eu não fiz nada. Aquela Melissa vai sofrer.” -pensou a Vânia entrando de novo na sala.

Aqui está. Pronto.
Espero que tenham gostado destes dois capítulos.

Divulgação: Muito prazer, eu me chamo ilusão
Vejam o blog da Lulli. O blog dela está no começo mas parece ser bom.

Bjs :)

26 comentários:

  1. agora a Vânia vai levar com as consequencias de um colégio assombrado?tenho pena.

    ResponderEliminar
  2. Quem está a fazer esses recados?Estou doida já,diana.Acaba com esse mistério!

    ResponderEliminar
  3. Já acabavas com esse mistério!
    Posta logo!
    Imediatamente,é uma ordem!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  4. Gostei dos capítulos.
    A Vânia agora vai fazer mal à Melissa?

    ResponderEliminar
  5. tá lindo.
    posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  6. gostei dos capitulos.
    o que vai ser da melissa e da vânia?

    ResponderEliminar
  7. que lindo!
    coitada da vania.tenho pena dela.ela não tem culpa.

    ResponderEliminar
  8. Sou a favor da Vânia.Tadinha!A outra sem provas diz que foi ela.Idiota!
    Posta logo!

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  9. Eu até acho que a Melissa tem medo e então ela mete as culpas em alguém para não pensar que é alguém do outro mundo.
    Estou curiosa!

    Beijos.

    ResponderEliminar
  10. Obrigada pelo capítulo.
    Gostei dos dois.
    Quero ver o final dessa embrulhada eheh.

    ResponderEliminar
  11. Posta logo!Estou super curiosa!O que será das duas meninas???

    Beijos.

    ResponderEliminar
  12. adorámos.
    coitada da vania,tivemos pena.

    ResponderEliminar
  13. adorei!
    até acho que a melissa foi má ela não podia fazer isso com a vania.

    ResponderEliminar
  14. Isso é um bom mistério mesmo tendo coisas repetitivas mas gostei.

    ResponderEliminar
  15. o que é que a vânia vai fazer?

    ResponderEliminar
  16. Isso foi uma confusão danada!
    O que é que vai dar a confusão entre as duas?

    ResponderEliminar
  17. Desculpa o atraso a comentar mas é que tudo está a mudar.Já não vou muitas vezes ao blogger.
    Estou a gostar dos capítulos.
    Esse mistério mata-me!
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  18. Apesar de o português de Portugal dificultar um pouquinho a leitura para mim, gostei. Espero mais capítulos. (:

    ResponderEliminar
  19. O que vai acontecer com elas?
    Nossa fico sempre ansiosa, obrigada por divulgar meu blog e não comento sempre por falta de tempo mas esta muito bom posta logo.

    ResponderEliminar
  20. Eu não gosto da Vânia mas agora fiquei com pena dela. Esta tua directora é um bocado rígida demais. E esse professor que os mandou ler. Pergunto-me se ele não terá nada a ver com essas mensagens e com a menina de vestido branco

    ResponderEliminar
  21. Adorei, vou acompanhar sempre aqui, você escreve super bem, além disto a história é super intrigante!
    Dá uma passadinha?
    http://comportamentorosa.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.