quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

O Carnatal

Informações:
- Para o Desafio de Fevereiro.
- Titulo: O Carnatal.
- Sinopse: A Marina e o Mário são dois irmãos gémeos que têm muito em comum, excepto o gosto pelas festividades. Enquanto a Marina detesta o Natal e adora o Carnaval, o Mário adora o Natal e detesta o Carnaval. Os dois sempre festejavam estes dias longe um do outro. Mas, uma vez, no dia de Carnaval, a Marina decide acabar com a animosidade e junta o Carnaval com o Natal num único dia. Será que o Mário estará disposto a celebrar o dia de Carnaval com a irmã?


A Marina e o Mário eram irmãos gémeos e moravam juntos. Nenhum deles casou e decidiram comprar uma casa juntos, adotar um cão e viver uma vida independente, apenas dividindo as tarefas de casa entre si.
Quando chegavam as épocas festivas, os dois nunca estavam de acordo.
A Marina adorava o Carnaval e detestava o Natal.
Já o Mário detestava o Carnaval e adorava o Natal.
Até aqui tudo bem. Se não fosse o facto de ambos gostarem de festejar fora de casa e com companhia. Os dois eram pouco sociáveis e não tinham muitos amigos, ou seja, só viviam para eles mesmos, só tinham a companhia um do outro. O cão deles sempre festejava ao lado deles. Era muito brincalhão e alinhava em todas as festas. Todos os anos eles ficavam durante a época festiva sozinhos com o cão.
Mas a Marina, chegando o Carnaval, decidiu juntar o Carnaval ao Natal, fazendo assim um Car-Natal.
Num início de tarde, já com os festejos no lado de fora da casa, a Marina senta-se no sofá da sala perto do irmão e pergunta-lhe:
- Não vamos festejar o Carnaval?
- Não estou interessado. Vai tu e leva o cão.
- Ok.
A jovem despede-se do irmão e vai para o quarto arranjar-se, levando o cão consigo. Minutos depois, a jovem aparece na sala vestida de mãe Natal com o cão no colo vestido de rena.
O Mário olha para a irmã, chocado.
- De que estás vestida?
- De mãe Natal. Não queres vestir o teu fato de pai Natal? Fico mal a ir sozinha só acompanhada por uma rena.
O irmão riu-se e foi vestir-se. Foi o primeiro de muitos carnavais que eles passaram juntos. Ou melhor dizendo... carnatais.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.