sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Capítulo 4 - O Terramoto

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Espero que tenham gostado da primeira junção entre a comédia e o mistério.

Imagino que tenham pensado que a Beatrice é que iria acabar por morrer.

Depois de dois capítulos dedicados à comédia do Vasco, deixo os meus mistérios e suspenses.
Aqui fica a "segunda fase" da história. Não achem estranho o não aparecimento do João Paulo, o sobrinho da Beatrice, pois as personagens que estão neste capítulo de alguma forma fazem parte da vida desta personagem.

Que fique marcado que eu obriguei o Vasco a matar o personagem principal no capítulo anterior!

Espero que gostem deste capítulo.

Capítulo 4 - O Terramoto

Um terramoto tinha atingido San Diego, nos Estados Unidos. Um casal, Luís e Monalisa viviam numa casa ali perto. Luís e Monalisa estavam no trabalho. Uma amiga de Monalisa, Ana Luísa, tinha ligado para ela para saber se a sua amiga de longa data estava bem. A mulher ficou assustada e ligou a televisão no seu posto de trabalho. Em todos os canais passava a mesma notícia. Apressou-se a ligar para o escritório do marido, onde a sua assistente disse que ele tinha tido uma reunião marcada fora do escritório. Monalisa começou a tremer, receando o pior. Mas um toque fez com que a pobre mulher respirasse de alivio. Era Luís.
- Olá! - o seu tom de voz demonstrava que estava alegre.
- Luís! Finalmente! Estava preocupada!
- O que se passa?
- Pensava que estavas morto.
- Morto? Porquê?
- Não sabes o que aconteceu? Liga a televisão!

***

Luís estava com Monalisa antes de ambos irem para o trabalho. Os noticiários falavam que algo poderia estar prestes a chegar.
- Meu Deus, não acredito! E se acontecer alguma coisa quando sairmos os dois? - perguntou ela.
- Não vai acontecer nada, confia em mim!
Luís saiu de casa e antes foi ter com a sua amante, Sara.
- Parece que vai haver um terramoto ou algo do género. - disse ele assim que ela lhe abriu a porta.
- Eu vi os noticiários. Mas...se tu morreres, eu vou pedir o teu dinheiro. Tu e a tua mulher já não estão bem e por isso vou reclamar o que é meu.
- Nada que já não me tivesse passado pela cabeça.
- Luís, connosco não há nada mais que sexo, tu sabes disso! - disse Sara, e atirou os braços em redor dos ombros dele. Luís contorceu-se para se libertar. Sabia que era injusto o que estava a fazer à sua mulher. Podiam não ter um casamento cinco estrelas mas tentavam se dar bem.

***

Aquela manhã, foi o único momento em que Monalisa viu Luís. Ela não conseguiu ultrapassar verdadeiramente a sensação de que ele falecera no terramoto minutos depois de ter falado com ele pelo telemóvel.

Aqui está. Pronto.
Mais uma morte. Isto só podia ser meu!
Espero que tenham gostado.

O capítulo 5 só vai ser postado na sexta-feira, 30 de Janeiro. Mas vou compensar-vos colocando uns trechos na Página do Facebook.
Não deixem de entrar no blog para possíveis surpresas sobre a minha parceria com a Letícia Alvares, Por Trás da Cena.

Beijos.

23 comentários:

  1. Que mistério é esse que ainda não consegui encontrar?
    Posta logo.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito do capítulo.

    ResponderEliminar
  3. o mistério e suspenses vão continuar?

    ResponderEliminar
  4. Coitada da Monalisa.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  5. tá lindo
    posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  6. Outra morte por explicar?
    Posta logo.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  7. Continua! Gostei dessa junção.
    Parabéns!

    ResponderEliminar
  8. não esperava outra morte.

    ResponderEliminar
  9. Outro mistério de personagem para resolver.

    ResponderEliminar
  10. Foi um bom capítulo.
    Quero ver como as personagens vão se conhecer.

    ResponderEliminar
  11. Nova seguidora!
    Parabéns pelo blog!

    Beijos :)

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.