AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

quarta-feira, 31 de dezembro de 2014

Capítulo 1 - Na cama com uma vaca

Olá Pessoal!
Antes de postar o primeiro capítulo, passo-vos um texto que o Vasco F. fez para os seus leitores no dia 30 de Novembro de 2013 quando optámos por mostrar a história.

"Sei que devo uma explicação aos meus 706 seguidores depois de ter terminado "Uma família fora de série". Sei que não disse nada no último post mas vocês sabem que, no fundo, eu não iria acabar de escrever.
Eu não excluí o blog, está apenas em Stand-By não quero que vocês pensem, de forma alguma, que vos estou a esquecer. 6 anos de blog é impossível esquecer! Desde 2007 que tenho o blog e cresci muito com ele. No início eu era uma criança e agora tenho 20 anos. Os tempos mudam e uma pessoa tem que se adaptar a eles.
Não vou deixar de escrever, têm a minha promessa, no entanto, eu preciso de parar um pouco, preciso de ter um tempo para mim. No meu primeiro ano da faculdade não sei como consegui conciliar o meu blog com os estudos. Este é o segundo ano e sei o quanto sofri para conseguir manter o blog de pé no ano passado. Eu não queria parar, mas o tempo assim o obriga.
Esta parceria com a Diana veio dar-me calma porque se eu tivesse o meu blog e o da parceria iria ter muito mais trabalho e neste momento tenho a Diana a ajudar-me a postar, ou seja, não tenho quase a obrigação de vos postar mais um capítulo porque a minha colega pode postar por mim.
Esta parceria vem pôr-me as ideias em ordem, colocar-me mais centrado nos estudos e de certa forma não vos abandonei porque continuo presente a escrever graças à parceria.
Espero que não tenham ficado chateados comigo e que estejam presentes neste blog.
A Diana ficou com muito receio que vocês não gostassem dela. Sei que muitos de vocês, meus seguidores, não gostam muito de mistério, mas a Diana é uma excelente escritora e espero que vocês a tratem bem!
Da mesma forma que espero que os meus seguidores gostem da Diana, espero que os seguidores da Diana gostem de mim, ou não porque vocês provavelmente irão odiar-me pois só querem é ver personagens a morrer e a minha comédia não é essa!"

Aqui estão as palavras do Vasco para vocês, leitores.

Agora, fiquem com o capítulo. E não fiquem surpresos com os títulos dos capítulos. Quando são de comédia os mesmos tendem a ser engraçados.

Capítulo 1 - Na cama com uma vaca

Sou um homem divorciado que fala com a psiquiatra. Tenho que contar a verdade...
- Disse, na cama? - perguntou ela.
Afirmei. A minha mente divagava já noutro sentido. Ao mesmo tempo que pensava sobre o meu casamento falhado, perguntava a mim mesmo, e não pela primeira vez, porque teria ela uma moldura com o rapper Eminem no consultório.
- A vaca dormia na cama. Convosco. Na cama de casal. Consigo e com a sua mulher.
- Bem...sim. - respondi.
- Você vem cá há mais de um ano para tentar resolver a culpa que sente em relação ao fim dos seu casamento e esta é a primeira vez que se lembra de dizer que a vaca dormia convosco na cama?
- Entendo o seu ponto de vista. Não sei porque não lho disse antes. A verdade é que na altura a questão originou muitas discussões. Por outro lado, naquele tempo eu andava a portar-me mal e achava que não tinha direito de fazer qualquer tipo de exigência. A Beatrice inventou uma piada sobre isso.
- Isso acontecia de noite? Quanto tempo durou?
- Quase todas as noites durante um ano, mais ou menos.
- E onde dormia a vaca?
- Entre nós.
- Entre vocês. Na cama. - repetiu.
- Sim. - respondi.
- Não achou que este facto fosse relevante para o trabalho que temos feito aqui? Para toda a questão do casamento? O facto de lhe terem pedido que dormisse com uma vaca entre vocês? A ideia foi sua?
- Claro que não! - exclamei eu.
- Não se opôs?
- Ao princípio.
- E então?
- Bem, uma pessoa habitua-se.
Ela suspirou e abanou a cabeça.
- Enfim...temos que falar sobre isso uma outra hora.
Acredito que sim. Imagino-a incrédula com a minha história, vendo o seu consultório com diplomas e quadros de Martin Luther King, Mahatma Gandhi e Nelson Mandela, homens a favor da paz. Engraçado como a moldura que tinha na sua mesa era do Eminem, um rapper do século XXI que acho que não é a favor da paz. A minha história é bizarra. Agora que o assunto foi tocado, sinto-me um pouco surpreendido por ter deixado a minha ex-mulher convencer-me a partilhar cama com uma vaca. Vamos ver: no fim de contas, sempre existia fetiches relacionados com vacas e excentricidades sexuais.
- Mas, como é que isso é possível? Como é que ela subia para a cama? Ela não se partia?
- Não. Ela não é muito pesada. É novinha.
- Não achou pouco saudável? Quer dizer, em termos do vosso casamento? Como conseguiam ter relações sexuais com uma...uma vaca?
Pela primeira vez, fico com a sensação que ela olha para mim como se eu fosse louco.
- Elas são muito limpinhas. - acrescentei.
- Bem, com certeza que temos que falar na próxima semana, não acha?
Eu, apaixonado por uma vaca. Ainda se fosse uma mulher, agora um animal. Mas realmente, era ela a minha ex, no fim de contas.

Aqui está!
Este capítulo teve um pouco de mistério no início pois aposto que julgavam que a "vaca" fosse uma mulher. Mas neste capítulo essencialmente é a comédia do Vasco que está presente!
Espero que gostem!

No dia 3 de Janeiro haverá o capítulo 2.

Feliz Ano 2015!

22 comentários:

  1. :D Adorei!
    Vou adorar essa parceria.
    Eu já conhecia o Vasco e achava-o um génio.Vai ser uma pena se continuar sem voltar.

    ResponderEliminar
  2. O Vasco regressou finalmente.
    Sou leitora dele e fiquei triste.
    Continuem por favor.

    ResponderEliminar
  3. adorei!
    já conhecia o vasco e gostei da escrita dele.

    ResponderEliminar
  4. tá lindo.
    posta logo.

    Beijo,
    Natasha Alyosha.

    ResponderEliminar
  5. Adorei esse capítulo!
    "Como conseguiam ter relações sexuais com uma...uma vaca?
    Pela primeira vez, fico com a sensação que ela olha para mim como se eu fosse louco.
    - Elas são muito limpinhas. - acrescentei." HAHAHA!
    Posta logo,por favor.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  6. "porque teria ela uma moldura com o rapper Eminem no consultório."
    Isso é a Diana! :D
    Posta logo.

    Beijos :)

    ResponderEliminar
  7. "Imagino-a incrédula com a minha história, vendo o seu consultório com diplomas e quadros de Martin Luther King, Mahatma Gandhi e Nelson Mandela, homens a favor da paz. Engraçado como a moldura que tinha na sua mesa era do Eminem, um rapper do século XXI que acho que não é a favor da paz". Imagino o Vasco a levar com alguma coisa da Diana via PC hahaha!
    Como é que conseguiram colocar estas frases?!
    Posta logo.

    ResponderEliminar
  8. Já sou fã dessa história! Posta logo.

    ResponderEliminar
  9. Regressei a ver as tuas histórias.
    Desculpa mas a anterior eu não gostei e então deixei de comentar.
    Óptimo capítulo.Parabéns.

    ResponderEliminar
  10. Fantástico!
    Ri tanto com o capítulo.
    Posta logo.
    Beijos.

    ResponderEliminar
  11. estou de volta para ler uma nova história.
    adorei essa comédia.
    o vasco é um óptimo escritor.fizeram uma boa parceria.

    ResponderEliminar
  12. adorámos!
    feliz 2015!
    continuem!

    ResponderEliminar
  13. Parabéns pela história!Vocês são muito talentosos e não se espera nada de mal para a história.

    ResponderEliminar
  14. Parabéns!Dá para ver com o 1º capítulo que vai ser uma boa história.

    ResponderEliminar
  15. parabéns diana!
    gostei muito.
    não conheço o vasco mas se ele escreve assim,ganhou uma fã.

    ResponderEliminar
  16. Fui leitor do Vasco e aqui estou eu.
    Parabéns pela parceria.
    Espero que ele volte.
    Este foi mais um capítulo para relembrar a escrita de um grande escritor: o Vasco.
    Vou esperar pelo próximo capítulo.

    P.S - Diana, não tenho nada contra ti. Vou aguardar pelos mistérios que só tu consegues fazer bem. Sei que o Vasco é uma nódoa a escrever mistério como tu és com a comédia.

    ResponderEliminar
  17. Gostei do capítulo, pensei que a vaca era uma mulher... realmente me surpreendeu.
    Estou ainda tentando descobrir como vão conseguir mesclar comédia e mistério sem ficar desarmonioso... de qualquer forma, boa sorte com a parceria!
    Beijos.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.