AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sexta-feira, 28 de novembro de 2014

As Melhores de 2014 - Fui Nomeada

Olá Pessoal!
Tal como falei no post anterior, acabei por ser nomeada para "As Melhores de 2014".


Tinha estado Pré-Indicada para seis categorias, mas hoje soube que perdi uma das categorias (e, realmente, estou totalmente de acordo).

Melhor História/Fanfic de 2014:
- A Vingança de Sílvia.
- Almost Loved de Amanda.
- Uma Vida Eterna de Diana.
- Cruzada de Ilka.
- Meu Amor é Doutro de Erii e Elda.
- Effect Wolf de Maicla Moura.
- Don't Say Goodbye de Estela.
- Thief of Hearts de Fofolety.
- Eu amo Miley Cyrus de Amy Jonas.
- Inspiration II de Tatii.

Melhor Escritora:
- Suzanny do blog Give Me Love.
- Diana do blog Um Segredo Bem Guardado.
- Sílvia do blog A Vingança.
- Amanda do blog Almost Loved.
- Letícia Alvares do blog The Way I Love You.

Melhor História/Fanfic escrita:
- Thief of Hearts de Fofolety.
- Uma Vida Eterna de Diana.
- The Way I Love You de Letícia Alvares.
- The Big Apple de Nanda Carol.
- Effect Wolf de Maicla Moura.

Melhor Drama:
- Uma Vida Eterna de Diana.
- The Way I Love You de Letícia Alvares.
- Angel de Suzanny.
- Blind Date de Erii.

Melhor Romance/Aventura:
- Meu Amor é Doutro de Erii e Elda.
- O Que Espero Encontrar de Diana.
- Don't Say Goodbye de Estela.
- Cruzada de Ilka.
- Inspiration II de Tatii.

Como repararam, perdi na categoria de "Melhor Leitor/a" e estou totalmente de acordo (não sou uma leitora regular).
Tinha estado nomeada com a minha história Um Segredo Bem Guardado na categoria de "Melhor Romance/Aventura" mas os criadores da votação decidiram que a minha anterior história O Que Espero Encontrar era mais "digna".

Bem...todos os que votarem peço que votem com sinceridade. Vocês têm todas as informações para poderem votar no post: Nomeações. A votação é feita via comentários.

Este é o meu selo de que fui nomeada:


Antes de terminar o post devo dizer que estou contente pelos seis nomeados para a categoria "Escritor Nunca Esquecido". Conheço-os a todos e quero que vença o melhor (embora seja difícil a escolha pois todos escrevem muito bem e deixaram saudades). Quanto ao Afonso, o meu leitor que deixou de estar nomeado para "Melhor Leitor/a", é realmente triste mas se existir esta votação para o próximo ano de certeza que vai estar nomeado no final.

Boa sorte a todos os nomeados!

Capítulo 21 e Capítulo 22

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Sei que devia ter apenas postado o capítulo 21 mas hoje recebi a notícia que estou nomeada para "As Melhores de 2014". E, como estou feliz por isso, decidi postar dois capítulos para vocês, mesmo que esta história não tenha sido nomeada.

Capítulo 21

Todos os outros, excluindo o João e a Laura, estavam a caminhar pelo campo enquanto conversavam.
- Onde é que está a Teresa? – Perguntou a Marcela.
- Eu ainda não a vi hoje. – Respondeu o César.
- Nem eu. – Respondeu a Vanessa.
- Que estranho. Ninguém a viu. – Disse o Rafael.
- Acho que tem alguma coisa a ver com a Solange. – Disse a Luciana.
- Claro que deve ter. – Concordou o Ivo.
- Vamos pregar uma partida à Solange? – Perguntou a Vera.
- Nós podíamos assombrar o quarto dela de noite. – Disse o Mário.
- Lindo professor de guitarra saíste. – Comentou o César.
- É perfeito César. É uma ideia perfeita. O Mário foi o maior. – Disse a Marcela.

Entretanto, a Solange estava com o João.
- Solange, viste a Teresa Cristina?
- Não. Porquê?
- Ela desapareceu. Não a vejo desde manhã.
- E se eu te dizer que sei onde ela está? – Perguntou ela com um sorriso matreiro.
- Eu ia fazer qualquer coisa para a trazer para o acampamento ou ficar aqui.
- Qualquer coisa?
- Sim.
- Então… - Disse ela a tentar mostrar que estava a pensar – Eu tranquei-a na sala de danças e só vou tirá-la dali se tu ficares comigo.
- Tu não prestas, Solange!
- Eu sei, mas eu tenho que cantar no espetáculo final e tu és a minha única chance de conseguir entrar. Eu entro no espetáculo final e a Teresa Cristina sai. Então? Como é que fica?
- Está bem. Como queiras.
A Solange riu e deu as chaves da sala ao João. Ele encaminhou-se à sala e tirou a Teresa de lá. Quando vê Solange atrás do João, vai para o quarto. A Marcela estava dentro do quarto e vai falar com a amiga.
- O que se passa? Não te vi o dia todo.
- Eu fiquei trancada na sala de danças porque a Solange quer ser uma das estrelas do espetáculo final. O João agora está com ela.
- Mas isso não pode ser! Vai haver troco. – Disse a Marcela.

De noite, eles encontram um plano para assustar a Solange. A Luciana mascarou-se de fantasma e pregou um susto à pequena vilã que saiu do seu quarto totalmente apavorada.

Capítulo 22

O dia seguinte era o espetáculo final. Tudo estava pronto para esse espetáculo. A Marcela perguntou pela amiga. A Teresa Cristina estava desaparecida. A Solange tinha-a trancado na casa de banho assim que soube que ela estava lá dentro.

***

Começou o espetáculo. Todos se apresentaram com as suas músicas. Quando foi o momento da Marcela, ela foi para o palco e tirou a peruca. Todos ficaram espantados. O Ivo e a Laura olharam um para o outro e sorriram. A Laura estava feliz com o que ela tinha feito. Finalmente mostrou ser quem era.
- Marcela? O que vem a ser isto? – Perguntou o César.
- Deixa-a falar César. – Pediu a Vanessa já sabendo o que ia acontecer.
- O meu nome é Zélia. Desculpem. Vou começar a cantar.
Todos ficaram parados por alguns segundos. A Zélia, que já tinha atirado a peruca para longe, pediu que iniciassem a sua atuação. Assim o fizeram. Ela cantou. O César olhou para a Vanessa e comentou:
- Isto é inadmissível!
- Calma, César. Ela vai explicar-se.
- Bem precisa. – Disse ele, cruzando os braços.
Ela sorriu e abraçou-o.

Na altura da Teresa Cristina, a Solange aparece a cantar a sua música.
- O que é isto? O que é que a Solange está aqui a fazer? – Perguntou o César à Vanessa.
A rapariga encolheu os ombros.
A Solange fez a sua atuação e quando a acabou disse:
- Desculpem, mas a Teresa desistiu de fazer a atuação dela e pediu-me a mim para a substituir.
E dizendo isto saiu. O César estava muito zangado. Tinha acabado o espetáculo final e tudo foi absolutamente horrível. Não foi isto que ele planeou.
Foi aos bastidores falar com a Zélia mas antes decidiu falar com a Solange. Precisava de explicações.

Aqui está.
Vou fazer um post a seguir sobre as categorias em que estou nomeada.

Boa leitura!

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

Capítulo 19 e Capítulo 20

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Não sei como é que consegui escrever um capítulo tão pequeno, devia estar desatenta ou então veio-me tantas ideias para a história que nem vi que tinha escrito algo tão pequeno para um capítulo. Enfim...deixo aqui dois capítulos porque o 20 é muito (muito) pequeno.
Devo dizer que enquanto escritora detestei estes dois capítulos. Clichê do mais alto nível! Mas deixo ao vosso critério.

Capítulo 19

No dia seguinte, estavam todos os alunos dentro da sala de aula do professor de música.
- Amanhã, todos iremos saber os classificados para o espetáculo final. Vamos ouvir-vos.
O professor ouviu todos os alunos atentamente. Foi uma aula cansativa mas foi muito agradável.

***

No dia seguinte a essa aula, o professor de música pede a atenção dos alunos.
- Aqui está a lista das pessoas que estão aprovadas para o espetáculo final. Nós, todos os vossos professores, refletimos bem e aqui estamos com a lista. Vai ficar aqui afixada para todos vocês verem.
O professor de guitarra, Mário, afixou. Todos foram a correr ver o papel.
- Nem vou ver isso. É lógico que passei. – Disse a Solange.
- Se eu fosse a ti não teria tanta certeza. – Disse a Teresa Cristina.
- Como assim? – Perguntou a Solange um pouco preocupada.
- Vê.
A Solange vai ver a lista e não encontra o seu nome. Pede explicações ao professor de música.
- Como é que isso é possível? Eu sou a aluna mais antiga daqui. Tenho mais competência e talento que eles.
- Não há assim tantas vagas, Solange. Tivemos de dispensar alguns alunos. Tu pertenceste ao espetáculo final no ano passado. Não podes tirar o lugar aos alunos talentosos. Tu já tiveste o teu lugar. Tu já aprendeste.
A Solange olhou para a Teresa.
- Isso não vai ficar assim.
E saiu chateada.

Capítulo 20

A Solange, no dia do espetáculo final, inventa algo para trancar a Teresa.
- Teresa Cristina! – Chamou – O João mandou-te chamar na sala de danças. Ele disse que era urgente.
- Achas que eu vou cair no que estás a dizer?
- Se não acreditas vem comigo. – Disse ela com um sorriso cínico.
A Teresa decidiu ir para ter a certeza que não era uma cilada.
- Aqui está. Estás entregue. – Disse a Solange empurrando a Teresa para dentro da sala e trancando-a. “Agora é só fazer o João ficar comigo.” – Pensou a Solange saindo dali.

Aqui está!
O que acharam?! Clichê, sim ou claro?! Que é um mau clichê todos concordam.
Vou deixar definitivamente esta escrita de romance/aventura/clichê (não tentativa de clichê falhada).

Boa leitura e até à próxima sexta!

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Capítulo 18 (Especial Aniversário Juliana Dindarova)

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Este é um Especial Aniversário. A Juliana Dindarova, leitora do blog, está a completar 19 anos. Parabéns!
Espero que gostem do capítulo.

Quanto à votação "As Melhores de 2014", quem quiser ser nomeado pode entrar num dos blogs e pedir. É só comentar no post. A equipa vai ver se pode ainda ficar incluída ou não.

Capítulo 18

No dia seguinte, o professor de música impôs um trabalho importante.
- Hoje vocês vão ter que compor uma música que irão cantar amanhã aqui na aula. Eu sei que é complicado. Façam o vosso melhor. O meu trabalho é preparar-vos para o vosso futuro. Como o espectáculo final está a chegar todos nós temos que vos preparar. O vencedor do espectáculo final vai gravar um álbum.
A Marcela, a Teresa, a Vera e a Luciana no final da aula voltaram para os quartos.
- Ouviram o que o professor disse? Temos que compor uma música. – Disse a Luciana deitando-se na sua cama, cansada.
A Teresa sentou-se na secretária e entrou nas suas redes sociais.
- Teresa, o que estás a fazer aí? Não vais ter tempo para compor a música. – Disse a Vera.
- Deixem-na estar. – Disse a Marcela em defesa da amiga.
A Teresa viu que o João estava disponível e foi falar com ele.
- Olá João.
- Olá Maria.
- Tudo bem?
- Não. A Teresa está chateada comigo porque quando foi à festa ontem viu-me com a Solange.
- Estás a namorar com a Solange?
- Não.
A Teresa decidiu não continuar a falar com ele e despediu-se.

Aqui está.
Peço desculpa pelo capítulo pequeno, mas isto foi apenas um Especial Aniversário.

Os próximos dois capítulos sairão na Sexta-Feira.

Boa leitura!

domingo, 16 de novembro de 2014

Fui pré-indicada para "As Melhores de 2014"

Olá Pessoal!
É com felicidade que vos comunico que fui pré-indicada para "As Melhores de 2014".


Esta votação foi feita pelos blogs Críticas de Fanfics e Reviver Stories (se entrarem nos links vão abrir o post "As Melhores de 2014").

Estou nomeada nas categorias de:

Melhor História/Fanfic de 2014:
- A Vingança de Sílvia.
- Almost Loved de Amanda.
- Uma Vida Eterna de Diana.
- Inspiration II de Tatii.
- Cruzada de Ilka.
- Effect Wolf de Maicla Moura.

Melhor Escritora:
- Suzanny do blog Give Me Love.
- Diana do blog Um Segredo Bem Guardado.
- Sílvia do blog A Vingança.
- Maicla Moura do blog Effect Wolf.
- Letícia Alvares do blog The Way I Love You.

Melhor História/Fanfic escrita:
- A Vingança de Sílvia.
- Uma Vida Eterna de Diana.
- The Way I Love You de Letícia Alvares.
- The Big Apple de Nanda Carol.
- Effect Wolf de Maicla Moura.

Melhor Drama:
- Uma Vida Eterna de Diana.

- The Way I Love You de Letícia Alvares.
- Angel de Suzanny.
- Blind Date de Erii.

Melhor Romance/Aventura:
- Meu Amor é Doutro de Erii e Elda.
- Cruzada de Ilka.
- Um Segredo Bem Guardado de Diana.
- Inspiration II de Tatii.

E ainda tenho o Afonso, um dos meus melhores leitores e comentaristas do blog, nomeado:

Melhor Leitor/a:
- Amanda (escritora de Almost Loved).
- Diana (escritora de Um Segredo Bem Guardado).
- Erii (escritora de Curtinhas).
- Afonso (Leitor da Diana).
- Estela (Escritora de Don't Say Goodbye).

A má notícia disto é que só os membros da equipa dos dois blogs vai escolher os nomeados finais e posso não entrar em nenhuma das categorias.

Dou os parabéns a todos os pré-indicados, alguns que eu sou leitora também e votaria com toda a certeza.
Quanto à categoria de "Escritor que queremos que volte", dou os parabéns aos três porque se estão aqui foi porque foram e vão ser sempre lembrados por nós, leitores. Eu fui leitora do blog dos três e por isso não podia calar-me.

Esperemos cá no início de Dezembro que eu esteja realmente nomeada para estas categorias.

Boa sorte a todos (comigo incluída).

sexta-feira, 14 de novembro de 2014

Capítulo 16 e Capítulo 17

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Sof: Obrigada pelo comentário. É bom saber que pelo menos está lendo.
O capítulo 16 saiu-me mais pequeno do que eu pensava, por isso, postei também o capítulo 17.
Obrigada por continuarem por cá a ler. Afinal, esta história nada tem de semelhante com as que eu costumo escrever.
Espero que gostem destes dois capítulos.

Capítulo 16

No dia seguinte, a Laura tinha chegado de viagem e estava de novo no acampamento. Estava cheia de jornalistas.
- Menina Laura, qual foi a sua inspiração para a sua nova música?
- Qual música?
- A que cantou na festa de despedida do acampamento.
- Hum…inspirei-me no dia-a-dia dos artistas. Agora eu tenho que ir. Obrigado.
Ela entrou a correr para dentro do acampamento.
“Que raio de música é que ela cantou? Eu não tenho nenhuma música nova.” – Pensou a Laura.
Os seus pensamentos foram terminados com a chegada do César.
- Olá Laura! – Saudou ele.
- Olá César. Viste a Marcela Lima por aí?
- Deve estar no quarto dela. Mas agora estás à procura da Marcela?
- Sim. Agora tenho que ir.
E encaminhou-se para o quarto da Marcela e do resto das raparigas. Entrou disparada e viu que a Marcela estava diferente. Sem peruca.
- Quem? Quem és tu? – Perguntou a Laura.
A Zélia não sabia o que dizer. Decidiu colocar a peruca.
- O meu nome é Zélia mas tu conheces-me como Marcela Lima.
A Laura ficou sem palavras.

Capítulo 17

- O quê? Tu mentiste? – Perguntou a Laura, assim que conseguiu falar.
A Zélia, mascarada de Marcela, baixou a cabeça.
- Sim, eu menti mas eu posso explicar.
- Tu estás expulsa do acampamento! – Gritou a Laura.
O Ivo ouve a irmã a gritar no quarto da Marcela e decide entrar.
- Ela não está expulsa. Eu não deixo.
- Ela mentiu, Ivo.
O Ivo olhou para a Marcela.
- Pois, eu menti mas eu posso explicar.
O Ivo olhou para a irmã.
- Não importa o que ela fez, Laura. Ela fica cá.
- Então a partir de agora ela é da tua responsabilidade.
O Ivo afirmou com a cabeça.
- Podes ficar descansada. Ela é da minha responsabilidade.
A Laura sai do quarto e deixa a Marcela e o Ivo a sós no quarto.
- Obrigada. – Disse a Marcela, sentando-se na cama.
- Eu não podia deixar a minha irmã fazer isso contigo. Ela às vezes costuma ser desagradável.
A Marcela contou o que se passou ao Ivo, que ouvia atentamente.
- Ok. Imagino que ela se tenha sentido mal com esse segredo teu. Tu eras muito parecida com ela.
A Teresa Cristina entra no quarto.
- Desculpem interromper.
- Não há problema Teresa. Vou andando. O João e o César devem estar à minha espera. - Disse ele.
O Ivo saiu do quarto e deixou as duas amigas a conversarem.
- O que aconteceu? Conta tudo. – Disse a Teresa a sentar-se ao lado da Marcela.
- Não aconteceu nada de mais.

O Ivo foi ter com os restantes rapazes.
- Tive agora com a Zé… - Lembrou-se a tempo que o nome dela era Marcela – Marcela.
- Não a convidaste para a festa do fim-de-semana? – Perguntou o João.
O Ivo olhou para o irmão, sério.
- Festa?
- Sim, mano. No fim-de-semana vai haver a festa do "fim-de-semana". – Disse o Mário, a rir enquanto se repetia.
- Esqueci-me disso.
- Há muitas festas por aqui? – Perguntou o Rafael.
- Parece que sim. Tem que haver alguma festa para entreter os alunos. Muitas aulas fazem mal à saúde – Respondeu o Mário, a brincar.
- Eu vou convidar a Teresa. – Disse o João.
- Que novidade! – Brincou o Mário.


Horas mais tarde, o João convidou a Teresa a ir com ele à festa e ela não aceitou dizendo que teria que dar uma revisão às matérias. O João decidiu ir à festa com a Solange. Todos foram para a festa exceto a Teresa que ficou no quarto. O Ivo foi ter com a Teresa ao quarto dela.
- Posso entrar? – Perguntou ele.
- Olá Ivo. Não devias estar na festa com a Marcela?
O Ivo entrou dentro do quarto e fechou a porta.
- Eu pedi a ela para vir aqui ter contigo. Eu e ela entendemo-nos.
- Ah, que bom!
- Vinha te pedir que fosses à festa. O João foi com a Solange e ele não gosta daquela rapariga, aliás, quem gosta, não é?! – Disse ele, a sorrir.
A Teresa aproximou-se dele.
- Acho que tens razão. Eu vou ter com ele.
- É assim que se fala. Vem.
Os dois saíram do quarto e foram à festa.

Aqui está.
A Marcela/Zélia foi descoberta pela Laura. O que acharam?
E como correrá o resto da festa?

O Capítulo 18 será postado na terça-feira, 18 de Novembro.

Boa leitura!

sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Capítulo 15

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Entendo as opiniões dos leitores que dizem que a Marcela/Zélia apenas está a "pagar" pela mentira que criou. Cheguei a pensar nisso quando escrevi.
Espero que gostem deste Capítulo.

Capítulo 15

A Marcela foi para os bastidores e viu a amiga Teresa Cristina.
- Que raiva! Porque é que todos têm de chamar pela Laura?! – Disse a Marcela sentando-se numa cadeira.
- A culpa não é deles. Quem mandou criares uma personagem que é igual a uma cantora famosa?
- Sim, tens razão. Agora vamos embora antes que eu faça algum disparate.
As duas saíram do local do concerto e regressaram ao acampamento.

No dia seguinte, a meio da tarde, decidiram todos jogar monopólio. Ficaram a jogar durante horas.
- Pessoal, é impressão minha ou está escuro demais para as cinco da tarde? – Perguntou o César.
O João olhou para o relógio. Ficou espantado.
- Pessoal, são três da manhã!
A Teresa Cristina levanta-se da cadeira.
- Três da manhã?
- Nós temos de sair daqui. E rápido. – Disse o João.
- Eu sou coordenador, devia já estar a dormir para às 8 da manhã estar a acordar-vos. Vamos todos embora! – Ordenou o César.
- Oh! – Exclamou a Vera – Amanhã temos avaliação de canto.
- Nem acredito que me esqueci disso. – Disse a Teresa pondo a mão na testa.
Eles vão todos para a cama. Teriam poucas horas para dormir.


Tinham chegado as 8 horas. A Teresa Cristina foi acordar a Marcela.
- Deixa-me dormir mais um bocadinho.
A Teresa respirou fundo.
- Nem acredito que ficámos a jogar a tarde e a noite toda. – Disse a Teresa à amiga, ainda ensonada.
- Ah, sim. Eu também não.
A Teresa olhou para a Marcela, séria.
- Vai-te vestir. Hoje temos a avaliação de canto. Até os professores vão e é importante.
A Marcela parou de se mexer, chocada.
- Oh meu Deus!
Levantou-se num ápice e foi se vestir. A amiga riu.


Assim que fizeram a avaliação, o João, que já tinha feito também, foi ter com a Teresa.
- Então, tudo bem? – Perguntou a Teresa vendo a cara de tristeza do João.
- A avaliação de canto correu-me mal.
- Sinto muito. – Disse ela, colocando-lhe a mão no ombro.
- E contigo? Como foi?
- Mais ou menos.
O César chamou o João.
- A Laura está a chamar-te no telemóvel!
O João olhou para a Teresa.
- Vou ter que ir. Até já.
- Até já.
E ele afastou-se.

Aqui está.
Espero que tenham gostado.

Marquei mais datas para os posts dos próximos capítulos.
Os Capítulos 16 e 17 serão postados na sexta-feira, dia 14 de Novembro.
O Capítulo 18, especial aniversário Juliana (uma das leitoras) será postado na terça-feira, 18 de Novembro.
E os Capítulos 19 e 20 serão postados na sexta-feira, 21 de Novembro.

Boa leitura!