terça-feira, 6 de agosto de 2013

Capitulo 61 - Não foi um acidente

Olá Pessoal!
Obrigada pelos comentários.
Espero que estejam a gostar da história.

Henrique
Encontrei-me com os meus colegas depois daquele dia difícil.
- O atropelamento da Ana não aconteceu do nada. Não foi um acidente. – disse o João.
- Foi na altura em que eu estava falar com o Magalhães. O 666 não quer que saibamos sobre o quanto está a minha irmã envolvida neste caso.
- A tua irmã tem algo a ver com o 666. Pode não trabalhar para ele mas tem algo com ele. Soube também que a Bruna foi solta.
Eu apenas ficava calado a ouvi-los falarem.
Nessa altura, a Catarina decide aparecer em minha casa.
- Lamento pela Ana! – e mudando de assunto – A Simone acabou de falar comigo. Voltámos a ser amigas. A Simone deixou…
- Podes falar à frente da Diana. – disse à Catarina.
Ela encolheu os ombros e completou a frase.
- A Simone deixou os esteroides.
Fiquei chocado.
- Parabéns para ela! – exclamou o João.
A Catarina mudou de assunto.
- O que é que a Diana está a fazer aqui em tua casa?
- Estamos apenas a conversar. – expliquei, ou tentei explicar.
Ela aceitou e saiu da minha casa.
- Bem, eu vivo em tua casa agora. – disse a Diana.
- Podes ficar o tempo que quiseres Diana. Até a tua casa estar totalmente reconstruída.
A Diana respirou fundo.
- Menos mal. A Simone conseguiu.
- A miúda é forte! – disse – mas a Catarina está estranha.
- Porque é que dizes isso? – perguntou-me o João.
- Ela já não é a mesma.
- Está antipática? – perguntou a Diana irónica.
Olhei para ela sério.
- Não. São as atitudes dela.
- Ora aí está! O que eu disse. – a Diana gosta imenso de brincar. Agora eu fui irónico.
- Achas que ela te trai? – perguntou o João. A pergunta foi como uma faca. O pior da pergunta é que podia ser possível.
- Talvez. – apenas respondi.

00.00

Ana Carretas
Encontrei-me com o homem mascarado. O Henrique e o João estavam à espreita. A minha colega também.

Ana Catarina
Fiquei a falar com os dois polícias.
- Eu penso que seja o 666. Só pode. Está mascarado. – disse.
- Nós colocámos uma câmara no sutiã dela…quer dizer, ela colocou. – O Henrique fez-me rir com a explicação.
- E estão à espera de fazer o quê com a câmara?
- A Andreia vai dizer se a mascara é do 666 ou não.
- A Andreia passou a trabalhar para vocês?
- Ela trabalha para nós e para ele.
O João explicava tudo. O Henrique bebia copos de uísque.
- Bem chique, não achas? – perguntei-lhe a rir.
- É bem caro também. Pelo menos para a minha carteira.
Eu sorri.
- Espero que tenham sorte.

Ana Carretas
Bem, a noite foi exatamente a mesma. Como sempre. Esperei que o 666 saísse e dei a câmara aos dois polícias.
- Bem, obrigado Ana. Vou voltar a casa. Até amanhã. – disse o João.
- Eu vou continuar aqui e por favor colega, não vejas pornografia a esta hora da noite. Faz mal aos olhos. – disse o Henrique já meio bêbado. Estava a falar do que estava na câmara com certeza.
João sorriu antes de atacar o seu colega.
- Cuidado com a Catarina. – disse ele a rir.
- Vai-te embora! – gritou o Henrique.
Eu e a Ana rimo-nos.

Henrique
Estava com a Diana em minha casa. Tínhamos combinado eu, a Diana e o meu colega nessa hora. Ele nunca mais aparecia.
- Também não encontro o Magalhães. – disse-me a Diana.
- Será que o Pedro o apanhou? Será que o Pedro está com ele?
Pensei no pior pois a Diana nem sequer me respondeu. Estava finalmente a acreditar que o Pedro não é a pessoa que ela pensa que é?

Aqui está. Pronto.
Comentem, digam o que acharam.

Bjs :)

20 comentários:

  1. tá fixe.
    eu sempre achei que o Pedro Magalhães fosse o 666 mas nao sei...isso é suspeito.

    ResponderEliminar
  2. tá lindo.
    Posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha

    ResponderEliminar
  3. Acabas com uma pergunta retórica.Foi perfeito.Fez-me pensar.
    Será que o Pedro é o 666?Tal como disse o Afonso,não é uma ideia de se deitar para o lixo.

    ResponderEliminar
  4. Gostei.
    Acho muito estranho.Penso que o Pedro é o 666.

    ResponderEliminar
  5. isso é muito estranho.mistério...

    ResponderEliminar
  6. foi um capitulo muito misterioso esse.
    nao sei o que pensar.

    ResponderEliminar
  7. O 666 pode ser muita gente.Não faço ideia quem seja.

    ResponderEliminar
  8. o pedro é o 666???
    posta logo.
    estamos curiosas.

    ResponderEliminar
  9. Gostei mas não penso que o 666 possa ser o Pedro.

    ResponderEliminar
  10. Gostei.
    Penso que seja o Pedro o 666 mas,não sei,às vezes parece outra pessoa.

    ResponderEliminar
  11. não me parece que seja o pedro.ele é muito óbvio.a Diana não iria escrever algo assim.é alguém que não poderia ser.

    ResponderEliminar
  12. C*aralho!-é o que apetece dizer.
    Estou muito curiosa!
    Quem é o 666?O Pedro Magalhães?Impossível,ele é o filho dele.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  13. mas quem é que é o 666???
    que curiosidade!

    ResponderEliminar
  14. eu não acredito?é o pedro o 666?

    ResponderEliminar
  15. O QUÊ???
    Capítulo lindo!Bem misterioso.Porque terminaste aí?
    Escritora malvada!
    Posta logo,estou muito curiosa.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  16. Nossa! Uau! adorei!
    Adoro terror, suspense mistério, tudo!
    Absolutamente incrível! *-*

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.