sexta-feira, 3 de maio de 2013

Capitulo 34 - Amantes e Capitulo 35 - João fica surpreendido

(Observação da autora no dia 18/09/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "Encontro com o 666". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não alterei nada no enredo, porque é apenas a versão blogue. A versão em livro encontra-se na página "Livros" com o título "Encontro com o Passado" ).

OBS - Contém conteúdo sexual.

Ana Carretas

Em segundos eu estava na minha cama com o Diogo. Que conste que isso seria apenas sexo, afinal eu sou uma acompanhante de luxo.

Diogo

Os dedos frios dela tocaram na minha barriga. A diferença de temperatura fez um choque no meu corpo. As mãos dela tiraram a minha t-shirt. As nossas roupas foram tiradas. Eu queria fazer com que a Carretas tivesse o melhor orgasmo da vida dela. Ainda estávamos de pé. Dei dois passos para à frente e ela foi obrigada a andar para trás. Caímos os dois na cama. Eu queria proximidade. Muita proximidade. Olhei para ela.
 Fica comigo hoje. Amanhã, se não quiseres nada comigo, eu deixo de te procurar.  Disse-lhe.
 Eu não quero isso. Quero que vás ter comigo de noite, quando eu estiver de serviço.  Disse ela, agarrando-me.
Não esperava esta atitude dela e muito menos a resposta. Éramos então amantes?
Beijei um dos seios dela e ela agarrou-me no cabelo. Ela gostava daquelas carícias. Levei uma mão à perna dela e a levantei à altura da minha cintura. Penetrei-a nesse momento. A Carretas gemia.
Tenho a certeza que fizemos amor durante o dia inteiro.

Capítulo 35 - João fica surpreendido

Henrique

Eu encontrei-me com o meu colega em casa dele. Notava-se que ele estava curioso.
 Então, o que se passou? Vi a tua mensagem.
 Acalma-te que não é nada de mal. Senta-te. – Disse-lhe.
Ele sentou-se e esperou que eu falasse.
 Eu tive com a Catarina.
O meu colega movimentou-se na cadeira, incomodado.
 E então? O que aconteceu? Discutiram?
Eu dei um pequeno riso.
 Se fosse isso...
O meu colega ficou curioso.
 O que é que aconteceu?
 Eu e a Catarina fizemos amor.
O meu colega ficou calado a tentar digerir o que tinha ouvido.
 Estou sem palavras, estou... surpreendido.
 É verdade.
 Não digo o contrário. Sabendo aquilo que sei a Catarina era capaz disto.
 Não João, não estás a entender, ela veio a minha casa para discutir, mas as coisas acabaram por mudar.
 Assim do nada?
Afirmei com a cabeça.
 E como está a vossa relação?
 Estamos a tentar, estamos a namorar.
O meu colega olhou para o chão, estava a pensar.
 Sabes que isto pode ajudar no nosso caso.
Fiquei a pensar. No que poderia ajudar?
 A Catarina pode ser cúmplice desse assassino.
Eu comecei a rir.
 Por favor João, claro que não.
 Namora tu com a Catarina que eu trato do resto.  Assegurou ele.
Eu apenas encolhi os ombros.


Fim dos Capítulos 34 e 35.

22 comentários:

  1. tá fixe.
    gostei do hot foste tu que fizeste?

    ResponderEliminar
  2. tá lindo.
    Posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha

    ResponderEliminar
  3. Está fixe!
    Estou para ver o que vem para aí.

    ResponderEliminar
  4. Adorei.Diana já com jeito para hots?será?

    ResponderEliminar
  5. Gostei dos capitulos.
    O hot foi escrito por ti?Ficou bom.

    ResponderEliminar
  6. Está fixe.
    Parabéns pelo hot até ficou bom.

    ResponderEliminar
  7. tá giro.
    gostei do hot.a reação do joao foi perfeita.era o que esperava.

    ResponderEliminar
  8. Adorei os capitulos.
    Adorei a reação do João haha!

    ResponderEliminar
  9. Achei os capítulos interessantes.Já era de prever a reacção do João e também já imaginava a reacção da Ana Carretas no entanto não pensava que ela o aceitasse.Pensava que ela iria afastá-lo e não o contrário mas para ter dinheiro talvez dissesse que sim.
    Continua!

    ResponderEliminar
  10. hey estou aki e li o capitulo e ficou maravilhoso!!!
    coninua postando e obrigada pelos comentários sugeri o seu blog para alguns amigos meus!

    ResponderEliminar
  11. Sos adorei os dois capítulos
    a parte hot ficou <333
    ótima mds
    Posta logo please

    ResponderEliminar
  12. Cap. 34: adorei a Carretas a dar um ar sério à sua profissão de acompanhante de luxo (tem um horário definido).

    Cap. 35 - fiquei naquela: será, então, que a relação do Henrique com a Catarina se baseia na investigação sobre o assassino? Quando o Henrique tentou remediar a situação (entre si e a Catarina), será que já tinha esse objectivo de querer tirar a limpo se a Catarina era ou não cúmplice do assassino, apesar de o negar perante o colega João? São estas perguntas que gostava de ver respondidas. Continua ;)

    ResponderEliminar
  13. Adorei os capitulos.Posta logo.
    Estou curiosa.

    Beijos.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.