AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

domingo, 31 de março de 2013

Quem é o melhor leitor da história A Escola do Terror?

Olá Pessoal!
Já tinha perguntado na página do Facebook quantas pessoas quereriam participar no concurso para saber quem é o melhor leitor da história A Escola do Terror.

Clique para ler
Neste momento várias pessoas querem participar. Vou colocar por ordem:

- Estela; Rui; Ricardo; Vasco; Cathie; Fernanda; Silvia; Nelson; 

Algumas pessoas também não aceitaram mas já estão 8 pessoas a querer participar e isso já é bom. Estou à espera que apenas leitores queiram participar também.

Aqui têm o formulário para poderem realmente entrar:

Nome:
Idade:
Segue/lê o blog há quanto tempo:
Porque acha que merece entrar no concurso:
Link do seu blog (caso seja seguidor/a):
Facebook (se tiver coloque senão deixe em branco):

Como responder ao formulário:
- Podem escrever aqui no blog por comentário se quiserem;
- Podem escrever numa mensagem por Facebook;
- Podem me mandar uma mensagem pelo blog.

Podem responder como quiserem mas tenham em conta que quem responder ao formulário vai estar já inscrito no concurso. E não poderão sair quando quiserem.

Não vou dar uma data certa para o fim das inscrições. Vou apenas esperar as 8 pessoas que me disseram que queriam participar. Se mais pessoas quiserem participar eu agradeço.

Boa sorte!

Bjs :)

sábado, 30 de março de 2013

Capitulo 26 - Fim do segredo?

Olá Pessoal!
Aqui está o capitulo 26 de Encontro com o 666.
Espero que gostem.

João

Alguns dias passaram e eu estava no meu posto de trabalho. Era uma Sexta feira. Recebo uma chamada da Ana Rodrigues e decido atender.
- Estou, João? É a Ana Rodrigues.
- Eu marquei o teu número. Podes falar.
- Estás onde?
- Neste momento, estou no meu local de trabalho e tu?
- Estou no carro. Hoje não tenho trabalho, ganhei um dia de folga.
- Muito bem. O que queres?
- Tenho uma proposta para te fazer mas não irei dizer-te por telemóvel.
- Tudo bem. Daqui a uns dias voltamos à escola e logo conversamos sobre essa proposta, pode ser?
- Claro. Até depois.
- Até depois.
Desliguei a chamada e fiquei a pensar. O que será que ela tem para me dizer?
...
Minutos depois, a Ana volta a ligar-me.
- Sim Ana?
- Tu por acaso sabias que o Henrique sabia algo sobre a Simone?
Fiquei surpreso. Afinal era um segredo meu e dele.
- Como soubeste?
- A Diana soube pelo Henrique e o Henrique disse isso à Catarina. A Diana ligou-me. Ele foi a casa da Simone.
- Eu vou já para aí. Obrigado.
Desliguei a chamada. Estava completamente petrificado. Como é que ele fez aquilo?
Saí às pressas do meu posto de trabalho. Depois inventava algo. Agora estava a defesa de um segredo.

Aqui está. Pronto.
O Henrique irá dizer à Simone que já soube do segredo dela?
Irão descobrir no próximo capitulo.

Bjs :)

terça-feira, 26 de março de 2013

Capitulo 30 e Capitulo 31

Olá Pessoal!
Obrigado pelos comentários.
Aqui estão o capitulo 30 e o Capitulo 31.
Faltam 9 capítulos para acabar a história A Escola do Terror III. Reacções?

Capitulo 30

A Patrícia a caminho de casa encontrou o Luís, do grupo.
- Olá! -disse ele.
- Olá!
- Está tudo bem?
- Dentro do possível e tu?
- Também estou igual.
A Patrícia começou a chorar.
- Patrícia! -ele abraçou-a.
- Luís porque fizeram isso com a minha irmã? O que será que ela fez de tão mal?
- Ela não fez nada Patrícia, ela era uma óptima pessoa.
- Eu queria ter tanto ido no lugar dela, ela não merecia isso.
- Todos nós queríamos estar no lugar dela Patrícia, ela foi muito especial para todos nós, tu sabes disso.
A hora do velório tinha chegado. A Patrícia estava com a mãe e a Diana acompanhava o Gonçalo.
- O que é isso na tua mão? -perguntou a Diana olhando para a mão dele que segurava o objecto.
- É um anel muito especial tanto para ela como para mim. Tenho um igual, este é o dela.
Eles vão em direcção ao caixão da Mafalda e o Gonçalo atira o anel e agradece à Mafalda tudo o que ela lhe fez...
Todos estavam presentes. Foi um dia inesquecível.

Capitulo 31

Uns dias mais tarde, o Gonçalo convocou uma reunião com o grupo em casa dele.
- Sei que ainda não estamos na melhor situação mas nestes dias estive a pensar e tenho várias coisas a dizer. A primeira é que a nova chefe do grupo é a...
- Obrigado Gonçalo! -exclamou a Márcia.
- Não! Desculpa Márcia mas embora seres a segunda e depois de a Mafalda, enfim, todos vocês sabem, eu decidi dar esse lugar de chefe à Diana. Tu ficas em segunda e a Juliana em terceiro.
A Márcia não estava a acreditar.
- Gonçalo, eu era a segunda, eu devia ocupar o lugar da Mafalda.
- Mas não o tens percebeste Márcia? Estou farto das tuas atitudes. -disse irritado o Gonçalo.
Todos se assustaram. Era estranha esta atitude do Gonçalo. A Márcia saiu da casa do Gonçalo irritada. O Gonçalo acalmou.
- A última coisa que queria dizer e isto para mim é muito complicado mas depois daquilo que soube do Ricardo eu não consigo passar em branco e neste momento o Ricardo está retirado do grupo.
Todos se espantaram. A Juliana sorriu e o Ricardo sentiu-se injustiçado.
- Tens medo da concorrência não é Gonçalo? -perguntou o Ricardo zangado.
- Depois do que tu fizeste era impossível estares aqui.
- Saiam todos daqui. Quero falar a sós com o Gonçalo. -disse o Ricardo ao resto do grupo.
Todos saíram.
- Porque é que tu não despedes aquela idiotazinha da Juliana? Porquê eu? -perguntou o Ricardo.
- Porque foste tu que fizeste o erro e agora sai.
- Saio sim e de cabeça erguida. A minha saída neste teu grupo estúpido vai ser óptima para mim.
E dizendo isto saiu.

Entretanto o José tinha ido a casa da Sofia.
- Sofia por favor ouve-me!
- Depois do que fizeste eu não tenho nada para falar contigo.
- Eu sei que fiz mal mas eu estou arrependido. Eu não tive nada com ninguém tão sério como tive contigo. Eu preciso de ti na minha vida.
A Sofia que antes não estava a olhar para ele, começou a olhar.
- Eu vou te dar uma hipótese mas tem cuidado com o que fazes.
O José sorriu.
- Obrigado. -e abraçou-a.

Com a Inês e o Diogo...

Ela foi ter com ele a casa para esclarecerem as coisas entre eles. Eles ficaram bem. Ela já não teria nenhum caso com o Luís. 
Está tudo a voltar ao normal...ou talvez não. 
Qual é o ou quem são os assassinos da Mafalda?

Aqui está. Pronto.

Postei capitulos nos meus outros blogs:
Há Busca de um Sonho I: Capitulo 25 e 26
Noiva do Irmão: Capitulo 8

Bjs :)

domingo, 24 de março de 2013

Capitulo 29

Olá Pessoal!
Obrigado pelos comentários.
Aqui está o capitulo 29 da história A Escola do Terror III.
Este capitulo é um Especial aniversário de um leitor deste blog.

A Diana tinha chegado a casa do Gonçalo. A mãe abriu a porta e a Diana encaminhou-se para o quarto dele. Ao entrar, reparou que ele não estava sozinho. A Patrícia estava com ele.
- Desculpem interromper. -disse ela entrando dentro do quarto.
- Não faz mal. Diana, eu já estava de saída. Tenho de ir buscar a minha mãe -disse a Patrícia -até já Gonçalo.
- Até já.
A Patrícia saiu do quarto do Gonçalo e a Diana foi sentar-se em cima da cama dele.
- Vim te buscar para irmos ao velório da Mafalda.
O Gonçalo respirou fundo.
- Nem acredito que isto aconteceu.
- Pois.
Ela não sabia o que dizer.
- A nossa relação era estranha mas sinto a falta dela.
- Vocês eram muito próximos, todos nós sabíamos isso.
Houve uns segundos de silêncio.
- Se eu soubesse o que se passava com ela, se eu descobrisse por mim mesmo o que se passava com ela nada disto acontecia.
- Eh! Ninguém saberia de nada. Era a vida da Mafalda que estava em perigo.
- Mas eu devia tê-la protegido. -disse zangado.
- Tu não conseguirias...ninguém conseguiria.
Ele colocou a mão na cabeça.
- Eu ainda não acredito que ela foi-se, ela ajudou-me tanto, confortou-me nas horas que eu precisei, sempre arranjou soluções para os meus problemas.
- Calma Gonçalo, eu tenho a certeza que onde ela estiver, ela sempre irá estar a olhar por todos nós, protegendo-nos e ajudando-nos. Mas agora precisamos de ir.
Ele sorriu.
- Eu vou me preparar emocionalmente podes esperar por mim lá fora?
- Claro.
A Diana ia a sair quando ele a chamou.
- Obrigado por me teres ajudado neste momento difícil.
Ela apenas sorriu.
- Depois do velório da Mafalda nós falamos do grupo.
- Descansa Gonçalo, o grupo pode esperar.
Ela saiu do quarto dele.
Será que o grupo pode mesmo esperar? Ou haverá outra surpresa?

Aqui está. Pronto.
O próximo capitulo desta história será na Terça. Talvez Segunda consiga postar o próximo capitulo da história Encontro com o 666.

Bjs :)

sábado, 23 de março de 2013

Capitulo 25 - "Isso são pozinhos para a tosse?"

Olá Pessoal!
Obrigado pelos comentários.
Aqui está o capitulo 25 de Encontro com o 666.
Espero que gostem.

Miguel

Afastei-me das minhas irmãs e da minha melhor amiga Ana Martins e fui um pouco para fora da casa da Diana porque estava um pouco quente lá dentro e já tinha bebido uns quantos copos de vodka. Olho para o meu lado direito e vejo o César encostado a uma parede com algo nas mãos. Assim que me viu, não guardou as coisas que tinha na mão. Eu fiquei a olhar.
- Queres? - perguntou-me sem se mexer.
- O que é isso? - perguntei inocente.
O César mandou um pequeno riso.
- Até parece que não sabes.
- Isso são pozinhos para a tosse?
O César riu-se.
- Já ouvi de tudo mas isso é a primeira vez.
Deu-se uns segundos de silêncio.
- Apetece-te?
Eu fiquei uns segundos a pensar.
- A escolha é tua! - disse ele - Mas tens que pagar.
- Eu tomo. - disse eu tirando uma nota do bolso das minhas calças.
Efectuei o pagamento e o César afastou-se.
Não sabia o que fazia isso era certo. Sei que tomei o que o César me tinha dado e, como se não tivesse acontecido nada, regressei à sala onde decorria a festa.

Ana Martins

Vi que o meu melhor amigo se aproximava de mim. O resto da noite foi bizarra visto que ele teve inúmeras atitudes estranhas. Mas não fiz caso já que o clima da festa afectava a todos.

Aqui está. Pronto.
O Miguel mete-se na droga. Surpreendidos?
Comentem.

Bjs :)

quinta-feira, 21 de março de 2013

Selo

Olá Pessoal!
Finalmente vim postar um selo que já recebi faz algum tempo da Nanda Carol. Desculpa o atraso.





10 blogs:

L'amour, la vie et nous  da Cathie.
Um crime secreto de Natasha S.
Vidas Trocadas da Silvia.
Facing Obstacles da Daniele.

Não sei a quem mais passar. Quem quiser é só comentar em baixo no post.

Perguntas:
- Qual o teu signo: Sagitário;
- Do que mais gostas na tua aparência? O que mudarias? Gosto dos meus olhos. Mudaria a minha impaciência.
- O que te deixa com raiva? Maltratos a animais.
- Qual é a tua maior qualidade e pior defeito? Sou muito amiga do meu amigo. Sou uma pessoa impaciente.
- Qual é o assunto predileto da tua turma? Sexo! Ahah!
- Pratica esportes/desporto? Faço na escola.
- Que estilo de pessoa chama tua atenção? Os que têm swag.
- Qual a tua música preferida? São muitas.
- E a tua banda? São muitas.
- Qual é o filme da tua vida? Não tenho.

3 Fatos sobre mim:
- Sou impaciente;
- Gosto de filmes de terror;
- Ouço Rap;







1º - Depende. Há dias que não sei o que estou a escrever. É com cada coisa que até mete medo.
2º- Não tenho apenas uma.
3º- Ninguém.




Filmes de comédia, amigos, família...

 Pronto, aqui está.

Bjs :)

Capitulo 27 e 28

Olá Pessoal!
Aqui está o capitulo 27 e 28 da história A Escola do Terror III.
Espero que gostem.

Capitulo 27

A ambulância apareceu e levou a Mafalda e a Juliana para o hospital. A polícia regressou ao seu posto pois as raparigas tinham fugido. No hospital fizeram curativos às feridas da Juliana e tentaram reanimar a Mafalda...sem êxito. Algumas horas depois do ocorrido, o médico dá notícias.
- A Juliana está bem mas a menina Mafalda...
Os colegas de grupo e a irmã da Mafalda baixaram a cabeça.
- Fizemos tudo o que foi possível.
O médico fez uma pausa. 
- Lamentamos...com licença. 
O médico vai para dentro de uma sala. A irmã da Mafalda fala depois de uns segundos de silêncio. 
- Tenho de avisar a minha mãe, até já. 
A Patrícia sai do hospital e o Gonçalo começa a falar. 
- A chefe deste grupo já... -custou-lhe dizer a palavra -faleceu e depois do que ela me disse eu vou eleger a próxima chefe mas só depois do funeral dela. 
Os restantes membros do grupo afirmaram com a cabeça. 
Horas depois, mais precisamente às 00:30, o Gonçalo recebe uma chamada. 
- Estou? 
- Olá Gonçalo é a irmã da Mafalda, desculpa ligar a esta hora da noite mas é para avisar que o velório da Mafalda vai ser amanhã às 15:00. 
- Passa-me a morada, nós vamos estar presentes. 
A Patrícia passa a morada ao Gonçalo e de seguida desligam a chamada. O Gonçalo decide ligar aos restantes membros do grupo.

Capitulo 28

Às 8:00 já toda a turma, professores e director da escola sabiam do velório da Mafalda e o director decidiu fechar a escola. Em casa do Bernardo às 14:00. Ele e a Diana estavam a falar da Mafalda.
- Não parece estranho? A Angelina vai e nem sequer passa três messes desde que a Mafalda morreu. São mortes muito recentes. -disse a Diana.
O Bernardo afirmou com a cabeça.
- E agora prepara-te para a nova chefe.
- Bernardo, a Mafalda falou comigo e não é a Márcia a nova chefe.
- Então quem é?
- Não vais gostar da resposta mas a verdade é que sou eu.
O Bernardo olhou espantado para a Diana.
- Depois de tudo o que fizeste tu vais ser a chefe?
- Eu sabia que não ias gostar.
- Eu não entendo a Mafalda mas de certa forma como agora mudei o que antes eu era acho até que serás uma boa chefe, com aquelas regras seguidas até ao limite. -disse ele rindo-se.
Ambos riram-se.
- Eu vou ter com o Gonçalo, ele deve querer companhia para ter forças para o velório. -disse a Diana.
- Sim tens razão, vai lá. 
A Diana saiu de casa do Bernardo. 
Como será que correrá o velório?
 
Aqui está. Pronto.
Gostaram? Comentem.
 
Bjs :)

terça-feira, 19 de março de 2013

Capitulo 24 - Experiências sexuais

Olá Pessoal!
Obrigado pelos comentários.
Aqui está o capitulo 24 da história Encontro com o 666.

P.S - Antes de ler o capitulo, tenha em conta que este capitulo contêm cenas de sexo. Avisei no inicio da história que iria ter algumas. Este capitulo é uma delas. Está avisado. Se quiser ler está a seu critério.

Agradeço a uma pessoa por me ter ajudado a escrever este capitulo. Não irei revelar o nome pois esta não deseja ser reconhecida. Mas fica aqui o meu agradecimento.

Ana Rodrigues

Todos chegaram à festa como previsto. Esperava que não acontecesse o que tinha acontecido na última festa que preparámos. Ter de novo a irmã da Diana presa em algum lado não era bom sinal.

Diana

A festa tinha começado. Estavam todos entusiasmados. Eu conversava com a Carolina e com o Pedro Guerra enquanto o Diogo engolia os copos com vinho que lhe apareciam à frente. Estavam todos presentes...de momento.

...
23:00

Carolina

Estava a falar com a Diana e o Pedro Guerra e deixei de ver o meu irmão e a Carretas. Será que tinha passado alguma coisa?
- Mas o que será que se passou com eles? - perguntei.
- Ahah, devem estar a comer...algo.
- Mas os aperitivos estão na mesa.
Vi que o Guerra olhava para a Diana com cara de caso. Aqui passava-se algo estranho.
- Carolina, vamos beber algo? - perguntou o Guerra me afastando do sitio onde nos encontrávamos a conversar.
A Diana afastou-se de nós e foi ter com a amiga dela.

Diana

Afastei-me dos dois amigos e fui ter com a minha colega. Ela olhou para mim. Aproximei-me dela e sussurrei-lhe:
- Tenta saber para onde o Diogo e a Ana Carretas foram.
Ela afirmou com a cabeça e afastou-se de mim. Olhei para ela a afastar-se. Estava a encaminhar-se para os outros dois policias. Revirei os olhos. Não acredito que ela vai pedir a eles para a ajudarem a encontrá-lo. Nesse momento, os meus pensamentos foram invadidos pela chegada da Andreia e da Bruna para perto de mim.
- Olá! Tudo bem Diana? - perguntou a Bruna.
- Sim e com vocês?
- Está tudo bem.
Fiquei à conversa com elas enquanto via o Guerra a levar a Carolina para o "seu mau caminho": a bebida.

Ana Carretas

Estava no quarto da Diana com o Diogo. Atirei-o para cima da cama assim que ele repetiu que queria ir para a cama comigo.

Diogo

A Ana despiu-se primeiramente e depois começou a beijar-me, a passar a mão pelo meu corpo, até que num dado momento começou a tirar a minha roupa.
É impressionante como o sexo é algo natural. Mesmo com muito pouca experiência penso que tive um desempenho de boa qualidade. Acariciei e chupei aqueles seios como se fosse a última coisa que faria na minha vida. A Fantasia dos Prazeres, ou Ana Carretas gemia com o prazer que lhe proporcionava.
Percebendo que estava excitada não aguentei mais, coloquei-a de lado e comecei a penetrá-la devagar. Ela arrepiou-se e disse-me:
- Diogo, vai fundo! Vai fundo!
Então comecei a penetrar a Fantasia dos Prazeres sem perdão enquanto mordiscava e beijava o seu pescoço. Foi um momento delirante de prazer. Ficámos a olhar ternamente um para o outro depois do acto de prazer.
Vestimo-nos e paguei-lhe. Ela sorriu-me com um brilho no olhar e pondo o dinheiro na mala foi ter com a Ana Catarina saindo do quarto.

Henrique

Tinha me afastado para tentar encontrar o Diogo e a Ana Carretas. Ouvi gemidos num quarto e fui ver. Deu-me uma vontade de rir quando os vi em pleno acto sexual. Saí dali a correr antes que me ouvissem a rir. Fui ter com o meu colega e ele ficou estupefacto ao ouvir o que eu dizia.
- Tu viste-os a fazerem sexo? - perguntou o meu colega surpreso.
- Sim.
Fiquei a rir por um tempo enquanto o meu colega colocava a mão na cabeça e olhava para mim com um olhar de reprovação.

Aqui está. Pronto.

Bjs :)

sábado, 16 de março de 2013

Capitulo 23 - Bruna revela um segredo à Andreia

Olá Pessoal! 
Aqui está o capitulo 23 de Encontro com o 666.
Obrigado pelos comentários.

Andreia

Estava em casa da Bruna. Estávamos a conversar. A Bruna era uma das minhas melhores amigas. Confiávamos uma na outra. Eu sabia que ela tinha algo para me contar mas não a forcei a nada.

Bruna

Estávamos a falar mas depressa decidi contar um dos meus segredos. Sim, era considerado segredo já que nós fazíamos questão que isso não fosse sabido.
- Andreia, eu tenho namorado.
Ela ficou sem reacção ao inicio mas depois deu-me os parabéns. Eu pedi-lhe para que não o fizesse.
- Não digas isso! Continua a ser segredo já que nós não queremos que ninguém saiba.
- E quem é ele? Posso saber? - perguntou a minha amiga curiosa.
- Não posso Andreia. Desculpa.
Ela aceitou e continuámos a nossa conversa.

...

A tarde do dia 19 de Dezembro passou, nada de estranho ocorreu. A turma decidiu sair toda junta mas nenhum acontecimento estranho aconteceu.
Dias depois, já dia 24 de Dezembro, a Ana Rodrigues e a Diana decidiram fazer uma festa em casa da segunda. Convidaram a turma toda. Em principio todos iriam.
O que será que iria acontecer nessa festa? Mais um "desaparecimento"?

Aqui está. Pronto.
Quem será o namorado da Bruna? Apostas?

sexta-feira, 15 de março de 2013

Última parte do capitulo 26

Olá Pessoal!
Este capitulo de A Escola do Terror III vai ser muito importante para a continuação da história.




O Gonçalo não queria que a Mafalda morresse mas a Mafalda viu o seu fim.
- Diana! -chamou a Mafalda.
A Diana baixou-se para ouvir a colega de grupo.
- Tu vais ocupar o meu lugar mas por favor tem cabeça, o que vem aí é terrível e com cabeça tu vais conseguir.
A Diana sorriu.
- Obrigada Mafalda.
A Diana abraçou-a para espanto dos restantes membros do grupo.
- Gonçalo!
A Diana levantou-se.
- Gonçalo, eu não me vou embora até não dizer que te amo. O Luís não foi nada para mim e ele sabe isso.
- Eu sei -disse ele a sorrir- adorei trabalhar contigo, as tuas loucuras. Vou-me lembrar de tudo.
Os dois sorriram. O grupo ajoelhou-se perto da Mafalda seguidos pela irmã da Mafalda, Patrícia.
- Amiga, quero que saibas que nós te amamos muito, obrigada por tudo o que fizeste por nós e à tua irmã Patrícia. Adoramos-te! -disse a Diana que antes odiava a Mafalda.
- Vocês foram as melhores coisas que aconteceram na minha vida, os melhores momentos foi ao lado de vocês, vocês foram a melhor família, os melhores amigos que um dia pude ter, eu vou sabendo que vou largar de vez a pessoa que era antes e independentemente de onde eu estiver nunca se esqueçam que levo vocês e toda a turma da escola e sem esquecer da Angelina, para sempre no meu coração.
A Mafalda pousou na mão do Gonçalo.
- Prepara-te para a segunda parte do terror. Ele aproxima-se. -depois para todos diz:
- Eu adoro-vos.
Estas foram as suas últimas palavras.
A Mafalda morreu em Abril, 2010, num Sábado, às 11:30.

Aqui está. Pronto!
A Mafalda morreu :( mas o bom é que a história ainda não acabou e esta personagem ainda vai aparecer.
Comentem, por favor.

Bjs :)

terça-feira, 12 de março de 2013

Capitulo 22 - O Magalhães causa decepção

Olá Pessoal!
Como vos avisei no Facebook, aqui está o capitulo 22 de Encontro com o 666.
Espero que gostem.

Diana

Ele sabia de alguma coisa quanto ao assassino. Ele ficou nervoso, sem saber o que dizer.
- Então, só pode. Para não matar ninguém em um período só pode ser uma mulher.
Mas, que raio? O Magalhães nunca foi pessoa de rebaixar as mulheres nesse aspecto. Foi uma resposta esfarrapada.
- Vou pensar que seja verdade. - disse-lhe.
- E é Diana, podes ter a certeza. E agora vou ter que ir.
Percebi que ele queria ir-se embora depois de ter sido (quase) descoberto.
Ele foi-se embora de casa e a Ana foi ter comigo.
- Ouviste o que ele me disse?  - perguntei-lhe.
- Sim, ouvi atrás da porta. Sei que isto nem parece eu mas foi para conseguir descobrir alguma coisa do assassino.
- Eu sei.
Ficámos uns segundos caladas.
- Já estás a perceber que o Magalhães pode ter alguma coisa a ver com o assassino? - perguntou-me.
- Eu não queria que isso acontecesse. Ele é meu amigo. Nunca pensei que ele tivesse alguma coisa a ver com o assassino.
- Até os nossos amigos nos podem dar uma facada nas costas. E tu também escondeste muita coisa dele. Nunca chegaste a dizer-lhe que eras policia, dás uma idade a ele diferente. Tu no fundo já sabias que ele não era de confiança.
- Mas é sempre complicado. Conheço-o há muito tempo.
- Nem pareces tu Diana, eu é que devia ser mais sentimental, aliás, nós fazemos uma bela dupla graças às nossas diferenças. Não te estou a reconhecer.
- É a convivência contigo Ana.
Nós rimo-nos as duas. E continuámos à conversa.

Aqui está. Pronto.

Bjs :)

P.S - Sexta virá o próximo capitulo de A Escola do Terror III e no Sábado o próximo capitulo de Encontro com o 666. Aguardem.

sábado, 9 de março de 2013

Capitulo 21 - Pisar terreno

Olá Pessoal!
Aqui está o capitulo 21 de Encontro com o 666.
Espero que gostem.

Alguns dias passaram, a Ana Rodrigues e a Diana nada tinham encontrado sobre o assassino. Estavam cada vez mais a achar que o Pedro Magalhães e a Andreia tinham algo a ver com o assassino.
Já o Henrique e o João, tentavam ter algumas informações sobre o grupo da Catarina. O João conversava imenso com o Hugo e o Henrique com o Ailton. Faltavam poucos dias para o Natal. Era dia 19 de Dezembro. Toda a turma combinou ir passear. A Ana e a Diana, nessa altura, conversavam no quarto da segunda com o Pedro Magalhães. Ele tinha ido visitar a Diana. Queria saber novidades. A Ana deixou-os à vontade para conversarem.

Pedro Magalhães

- Como vão as tuas férias? - perguntou-me.
- Vão bem e as tuas?
- Também.
- Ouvi dizer que o Diogo namorava com a Carretas. - disse-lhe.
- Eles namoram? - a minha amiga estava surpreendida.
- Sim. É estranho visto que a Carretas não é realmente pessoa de estar presa numa relação.
- Sim, estranho.
- Disseste ao Henrique que ias? - perguntei-lhe.
Ela afirmou com a cabeça.
- Vai a turma toda?
- Parece que sim, ninguém vai faltar.
Nesse momento, a televisão do quarto da Diana mostrava uma noticia de última hora. Chamou-nos à atenção.
- "O assassino da escola...foi visto a fazer mais..."
Era uma noticia sobre o meu "pai". Tentei parecer assustado e atento como se não soubesse de nada do que se estava a passar. A Diana, assim que a noticia terminou, desligou a televisão.
- Estas noticias de um assassino à solta na escola assustam-me! - disse-me ela.
- Não há-de ser nada.
- Magalhães, tu não tens medo? Ver que há um assassino à solta na mesma escola que tu e que está na mesma turma que tu?
- Não.
- Não tens medo que ele te rapte ou que te leve para fora da escola e que te tente matar? Ele é perigoso! E se ele leva a Andreia? Como te sentirias?
- A Andreia? - comecei a rir, embora nervoso - Acho que ela até me faria um favor.
- Ela? Mas como é que sabes que é uma ela? E porque é que te faria um favor?
Fiquei uns segundos parado a tentar encontrar uma resposta. Respondi automaticamente à segunda pergunta dela enquanto pensava o que responder à primeira.
- Eu não gosto da Andreia.
- Porque é que não gostas da Andreia? Vocês não namoravam?
- Acabámos. - inventei do nada.
- Oh, mas vocês terminaram em bem espero.
- Sim, talvez. Depende do que chamas de "terminar em bem".
- Ok. Espero que fique tudo bem contigo e com ela. Lamento. E quanto a "ela", como é que sabes que é uma assassina e não um assassino?
Agora não sei o que dizer. Sou descoberto agora!

Aqui está. Pronto.
O Magalhães vai ser descoberto?
Saberão no próximo capitulo de Encontro com o 666.

Bjs :)

sexta-feira, 8 de março de 2013

Capitulo 25 e 1ª parte do capitulo 26

Olá Pessoal! Aqui está o capitulo 25 e a primeira parte do capitulo 26 como especial.
Espero que gostem.


O terror tinha-se alastrado na cara dos membros do grupo. A rapariga baixa levantou a Juliana do chão violentamente e empurrou-a para os restantes membros do grupo. A Mafalda foi amarrada pelos braços da rapariga.
- Dêem as últimas palavrinhas a esta criatura.
- Nem penses que isto vai ser assim!
Eles pegaram em facas e apontaram para a rapariga baixa. Quando estavam prestes a atirar, o barulho dos carros da polícia apanhou-os desprevenidos. O Gonçalo olhou espantado para os restantes membros do grupo.
- Quem é que chamou a polícia?
Os colegas encolheram os ombros. A rapariga baixa escolheu estes segundos para atirar ao Gonçalo com a arma que tinha escondida. A Mafalda que nessa altura estava no chão reparou no gesto dela e atirou-se para proteger o Gonçalo. Os restantes segundos foram de tensão. A Mafalda caiu no chão totalmente ferida no braço. Ainda se conseguiu levantar enquanto via o Gonçalo a ir a correr ter com a rapariga baixa quando uma bala vinda do outro lado da garagem acertou a Mafalda. Silêncio...

1ª parte do capitulo 26

A Mafalda caiu ao chão já incapacitada de levantar. O Gonçalo deixou cair a faca ao chão mas o Bernardo apanhou-a e guardou no bolso das calças. As raparigas fugiram e a Patrícia gritou. O Gonçalo e os restantes membros do grupo trocaram olhares. A Patrícia chamou a polícia. 
- Desculpa Patrícia, eu não atendi o telemóvel... -desculpou-se o Gonçalo. - Não faz mal. 
- Patrícia! -era a Mafalda com uma voz fraca. 
- Mafalda, calma está tudo bem. 
- Gonçalo, amigos! 
- Sim Mafalda nós estamos aqui. -disse o Gonçalo. 
- Patrícia, ouve-me. -disse a Mafalda fazendo uma pausa -toma conta de ti. 
- Eu tomo. -disse ela a sorrir. 
- E peço desculpa por não ter sido uma boa irmã para ti. 
- Irmãs são assim. 
A Mafalda sorriu. 
- Gonçalo! 
A Patrícia levantou-se e deu lugar ao Gonçalo. 
- O meu fim chegou e precisas de eleger uma líder. 
- Não Mafalda, tu vais melhorar. -disse o Gonçalo a sorrir. 
- Se eu ir não ponhas a Márcia como chefe está bem? 
- Porquê? 
- Tu vais percebe mais tarde. Põe a Diana como chefe por favor. 
- Eu faço. 
O Gonçalo não queria que a Mafalda morresse mas a Mafalda viu o seu fim.
Continua...

Aqui está. Pronto.
Comentem. Será este mesmo o fim da Mafalda?