sábado, 8 de dezembro de 2012

Capitulo 8 - Um segredo contado

(Observação da autora no dia 18/09/2018 - Corrigi possíveis erros ortográficos deste projeto chamado "Encontro com o 666". Já é possível relê-lo de forma mais adequada. Não alterei nada no enredo, porque é apenas a versão blogue. A versão em livro encontra-se na página "Livros" com o título "Encontro com o Passado" ).


Diana

Tocou para a saída e passei o intervalo inteirinho ao lado do Pedro Guerra. Que algo se passava isso era verdade. Eu não iria descansar enquanto não soubesse o que era. Percebia que ele queria ficar sozinho, mas não o deixei nem por um segundo. Ele respirou fundo depois de todo aquele tempo em que o perseguia e olhou para mim.
 Ok. Eu conto-te o que se passa, mas não contes a ninguém!
Eu apenas afirmei com a cabeça.
Em segundos contou-me que a Ana Carretas tinha uma vida na noite. Fiquei chocada, embora não quisesse transparecer. Nunca pensei que ela fizesse isso. E com tudo isto: 0 de 666, mas eu posso precisar deste segredo da Ana Carretas para algo. Preciso de falar com a minha colega!
Afastei-me assim que pude do Guerra.

***

Estava a passar por um corredor quando vejo o Magalhães a encostar a Andreia numa parede. Acho que não era nada a nível sexual, pois ele parecia irritado.

João

O que eu estava a ouvir do Henrique era uma loucura! A Ana Carretas a assassina em série?! Às vezes ele não pensa! As duas estavam a falar da noite de ontem e da descoberta do Pedro Guerra. Tentei explicar-lhe, mas enfim... lá percebeu à terceira vez. Menos mal!
 Sabes quem era o homem mascarado naquela noite? – Perguntei.
 Não sei bem, por momentos parecia ser o Pedro Magalhães, mas, sinceramente, tinha mais ar de ser o Hugo ou o professor de Filosofia.
Eu comecei a rir feito parvo. Nada fazia sentido! Eram muito diferentes, seja em estatura como em termos de idade.
 A mim parecia-me o Diogo com mais uns 3 casacos em cima ahah! – Respondi.
 Ou o Pedro Magalhães.
Eu acreditei na hipótese do meu amigo.

Pedro Magalhães

Estava extremamente irritado com a Andreia. Aquela burra não entende que eu sou o filho do "666". Ela é apenas a cobaia no meio de toda a história! Tira-me a popularidade e a importância. Idiota! Empurrei-a à parede com a força que ainda me restava. Estava irritado, mas não tinha muita força. Não tinha energia.
 Tu estás a magoar-me.  Sussurrou ela.
Eu nem quis saber. Eu queria destruí-la! Queria acabar com ela.
 Pára, Pedro.
Ela pediu-me, mas eu nem a queria ouvir.
 Achas que ninguém te consegue apanhar? – Perguntou-me ela, com alguma dificuldade.
 Não quero saber. Para todos os efeitos, para os outros é como se fossemos namorados.
Ela tentou largar-se, mas não lhe deixei.
 Pedro, pára com isso. As pessoas vão perceber.
 Tu tiraste-me o que eu tinha.
Ela riu-se com dificuldade.
 O 666 adora-te. És o filho dele.
 Tu és a idiota que faz o trabalho dele. Ele gosta disso!
 Então tenta fazer o trabalho dele bem!
Naquele momento, estava apenas a agarrá-la, embora ela não tivesse por onde fugir, pois estava entre mim e a parede.
Nesse momento vemos a Diana perto de nós. Nós largámo-nos num instante.
– Está tudo bem?
– Claro. – Respondemos.
 Estavam...  Nem deixei a Diana acabar a frase. Já sabia o que vinha aí. Decidi dizer que namorava com a Andreia. Sempre era mais fácil e não levantava suspeitas.
 Hum... ok.
Notei que a Diana não sabia o que dizer e decidiu afastar-se. Respirámos de alivio.


Fim do Capítulo 8.

30 comentários:

  1. muito bom, continua!

    ResponderEliminar
  2. muito fixe a parte do Pedro Magalhaes.

    ResponderEliminar
  3. tá lindo!posta logo.

    Beijos,
    Natasha Alyosha :)

    ResponderEliminar
  4. Está fixe!
    A relação dos dois é do melhor.

    ResponderEliminar
  5. o pedro e a andreia é de rir.

    ResponderEliminar
  6. Haha!De rir a última parte.
    A relação do Pedro Magalhães e da Andreia é tão engraçada!Passei a amar esses dois personagens.
    Posta logo amiga!

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  7. Gostei da relação entre os dois personagens.
    Continua!

    ResponderEliminar
  8. muito bom, continua logo!bjs*-*

    somentimes.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Ameeeei, continua continua!
    Kisses ~

    space-sweet-girl.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  10. oie,o seu blog é super DIFERENTE;criativo e contagiante!!EU A-D-O-R-E-I o post ,SE QUISER DÁ UMA PASSADINHA LÁ NO MEu,e fale oq achou dele?/purplefazhion.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Hey , sou eu do blog Jemi o luar vim aqui dizer que o seu blog é muito bom

    ResponderEliminar
  12. desculpa eu não ter comentado nos últimos capitulos,posta logoooo ficou ótimo!!!

    ;)
    queria saber se você pode divulgar meu novo blog.

    todosostiposdehistorias.blogspot.com

    desde já agradeço!

    ResponderEliminar
  13. Pelo pouco que li adorei a história, quando tiver tempo volto para ler os outros capítulos C: Curte?
    Última nostalgia

    ResponderEliminar
  14. Ahahahah, meu Deeeeus! O que para aqui vai! O homem mascarado como sendo o stor de Filosofia não é uma imagem lá muito agradável... Pronto, quanto a mim lá me deixei descair, é a vida! E imaginar aquele teu olhar assustado na direcção do Magalhães e da Andreia é simplesmente... brilhante xD Continua ;)

    ResponderEliminar
  15. selinho http://jemionelastbreath.blogspot.com.br/2012/12/hey.html#comment-form

    ResponderEliminar
  16. parabéns Diana!
    Melhor escritora de terror do blogger.

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.