AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Estreia de Encontro com o 666

Olá Pessoal! Aqui está o capitulo 1 e 2 mas antes devo dizer que esta história está escrita de maneira diferente. Vai ser narrada não pelo narrador mas pelas personagens da história. Espero que gostem dessa maneira de apresentação e da história também.

Capitulo 1 - A entrada na escola


Narrado por Diana.

Cá estou eu. Primeiro dia de aulas. Sou a Diana, trabalho para a Polícia. Vou-me infiltrar naquela escola para descobrir quem é o assassino em série conhecido por Diabo, 666 ou D. Ele está infiltrado naquela escola faz algum tempo. Tenho uma irmã mais nova, a Ana, que também está na escola. Ela sim tem idade para estar no 12º ano. Tenho uma colega de trabalho e também amiga, Ana Rodrigues, também conhecida por loirinha, que vai para a escola comigo ajudar-me no caso. Também conheço um rapaz, Pedro Magalhães, está na mesma turma que a minha irmã mas como chumbou alguns anos tem quase a minha idade. Não sabe o meu segredo. Qual é o segredo? ahah. Ninguém sabe que eu sou da Polícia, como disse acima, estou infiltrada. Nem o Diabo e nem ninguém deve saber. Apenas a minha família e a Ana sabem.
Estou a caminhar até à escola acompanhada pela minha irmã. Tenho a certeza que este ano vai ser longo.
- Então, estás optimista para encontrar o tal Diabo?
- Sim, mas tens que ter muito cuidado, não se sabe quem é esse tal Diabo mas ele é muito perigoso. Mesmo sem saberes até podes estar a falar com ele.
Percebi que a minha irmã arrepiou-se.
- Tem calma! Eu e a Ana estamos por perto. Não vamos deixar que nada te aconteça a ti e aos teus colegas.
A minha irmã sorriu.
- Lembra-te: Ninguém pode saber que somos irmãs, podes me tratar por irmã como se fossemos amigas chegadas mas não mais que isso.
A Ana assentiu.
...
Chegámos à escola e fomos para a sala. Vi a minha irmã a abraçar os colegas. Olhei para ela à espera de uma explicação.
- Eles são meus colegas do 11º ano.
Eu cruzei os braços e fui ter com a minha amiga Ana Rodrigues.
- Tens as fichas deles? - perguntei-lhe.
- Sim, tenho tudo.
Chegou a hora de encontrar o Diabo.

 Capitulo 2 - Convívio

Diana.

Entrei na sala e comecei a falar com uma rapariga de seu nome Madalena. Estava vestida com roupas caras o que me chamou à atenção.
- Olá! Então, tudo bem?
- Sim. És a Diana certo?
Afirmei.
- És nova cá? Conheces alguém?
- Sim. A Ana Martins é minha vizinha, a Ana Rodrigues era minha colega de turma da minha outra escola e o Magalhães é um amigo da família. - Tentei raciocinar enquanto falava. A mentira tinha que dar resultado.
Nesse momento vejo um rapaz de olhos azuis a meter-se na nossa conversa.
- Olá! Sou o Miguel.
Ele estendeu-me a mão e eu fiquei estática por uns segundos. Este rapaz já me chamou à atenção por más razões.
- Eu sou a Diana, vizinha da Ana Martins, a tua amiga.
Ele sorria imenso.
Voltei a olhar para a Madalena.
- Não ligues! O Miguel é um rapaz muito cómico mas chato.
Ele riu-se.
"Pois já deu para perceber". - Pensei eu enquanto via ele a afastar-se.
Nesse momento alguém entra na sala. Olhei para o meu relógio de pulso. Essa pessoa estava atrasada. Olho para a porta. Era o Pedro Magalhães. O Magalhães se for tratado por mim. Ouço nessa altura uma rapariga de cabelo preto a comentar algo com uma rapariga baixinha e morena.
Tenho a sensação que se passa aqui algo.

Pedro Magalhães.

Esperei que tocasse para a saída para falar com a Diana. Desde quando é que ela decidiu entrar para esta escola? Ela odiava esta escola. Pelo menos sei que ela odiava. Não sei se é passado. Saí depressa e esperei na porta por ela.
- Olá.
Ela olhou para mim um pouco assustada.
- Olá.
- O que é que estás aqui a fazer?
- Conto-te mais tarde. Conheces alguém desta turma?
- Conheço todos.
- Então apresenta-me a eles.
Eu apenas encolhi os ombros e levei-a às pessoas da turma com quem eu mais conversava. Vi que ela examinava-os com algum pormenor. Estranho mas não dei muita importância.
- Quem são a Carolina e o Diogo?
- Ah, eles não vieram à escola.
- Eles passam a vida a embebedarem-se. - disse a Carretas a rir.
"Bem, lá está a Carretas a rir. Como sempre" - Pensei eu a sorrir.
- A embebedarem-se? - perguntou a minha amiga.
- Sim, eles passam a vida na borga. Aquilo é uma festa! - era o Guerra.
O Miguel só sabia rir. Para primeira impressão parece que não agradou muito à minha amiga.
Vi a Diana a apontar para a rapariga que mais odiava na turma. Comecei a suar sem saber o que dizer.
- Quem é ela? - perguntou-me.
Quem respondeu por mim foi o Guerra. Prestável, como sempre.
- A Andreia.
Elas falaram uma com a outra alegremente e eu, sinceramente, só queria que a Diana não tivesse simpatizado com ela.

Diana.

Estava a conversar com a Andreia mas só pensava o que se passava com os dois irmãos gémeos. Embebedarem-se? Não acredito! Um deles pode ser o 666. Ou talvez não.
Afastei-me da Andreia assim que pude e apenas perguntei ao Magalhães onde estava o resto da turma. Ele apenas me respondeu:
- Nós não nos damos com o grupo da Catarina.
Muito bom! Agora eu e a Ana temos que nos dividir. O Diabo pode estar em qualquer lado. Ou neste grupo...ou no outro.
Afastei-me deles e tentei encontrar a minha colega. Estava com um grupo. Respirei fundo e fui ter com eles. O trabalho vai começar!

Aqui está!
Espero que tenham gostado.
Talvez poste o próximo capitulo no Sábado.

Diana (DSP)

23 comentários:

  1. tá fixe!
    a história promete.

    ResponderEliminar
  2. Tá fixe!
    A história parece ser fixe!

    ResponderEliminar
  3. posta logo.
    tá lindo!

    Beijos,
    Natasha Alyosha :)

    ResponderEliminar
  4. Adorei.
    A história parece que vai ser linda.
    Posta logo.

    Beijos,
    Juh :)

    ResponderEliminar
  5. tá giro!
    o miguel é um personagem tão tonto eheh adorei o que criaste.
    posa logo.

    ResponderEliminar
  6. está mesmo bacano, só mesmo tu para conseguires criar uma história tão boa :D

    ResponderEliminar
  7. muito bom! estou ansiosa para ler o resto! continua! :)

    ResponderEliminar
  8. adoramos!
    posta logo que lindo!
    a história está um brilho!

    ResponderEliminar
  9. A história ainda agora começou e já deu para rir: o teu olhar meio desconfiado, meio assustado, a entrada repentina do Miguel, o riso maluco da Carretas... É para continuar! ;)

    ResponderEliminar
  10. que fixe!
    personagens mesmo awesome.
    O miguel é o melhor!muito bem criado.a Diana é uma desconfiada lol.muito fixe.quero ler o proximo capitulo logo.

    ResponderEliminar
  11. Os personagens foram muito bem criados.O Miguel é o mais divertido e isso choca um pouco com a personalidade que colocaste à Diana.Estou curioso quanto à personalidade das personagens Carolina e Diogo.Fico à espera quanto às restantes personagens e vou seguir com mais atenção a personagem César porque parece-me o mais interessante de todos os que já criaste.É novo.
    Continua!

    ResponderEliminar
  12. hey...não me mate.(vc disse que queria me matar)(hahahha posta logo@@

    ResponderEliminar

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.