terça-feira, 4 de setembro de 2012

Entrevista a Natasha S.

Olá Pessoal! Aqui está a entrevista que eu fiz à Natasha S. tal como o Afonso pediu. A entrevista foi feita via E-mail.


Diana (DSP):  Tiveste um blog que neste momento está desativado. O que te fez desativá-lo?

Natasha S: Eu tinha poucos seguidores e tu bem sabes como dói ver que nós escrevemos e damos um pouco do nosso tempo para escrever e ninguém lê o que escrevemos. Ou poucos.

Diana (DSP): Mas gostas de escrever?
Natasha S.: Sim, eu adoro escrever. É um dos meus passatempos preferidos.

Ler é um dos passatempos preferidos da Natasha S.
Diana (DSP): Neste momento começaste com uma nova história. Fala um pouco sobre ela.

Natasha S: A história chama-se um crime secreto. É um casal que vai passar férias em New Jersey. Há uma tentativa de assassinato e o marido é o principal suspeito do crime.

Diana (DSP): É a primeira vez que escreves com este género?

Natasha S: Mentiria se dissesse que não. Eu nunca gostei muito de terror e muitas mortes e assassinos e tudo o que pertence no género de terror. Leio a tua história porque é bem diferente das que costumo ler.

Diana (DSP): Alguma vez já te passou pela cabeça desistir do blog? Para sempre?

Natasha S: Sim mas desisti da ideia.

Diana (DSP): Porquê?

Natasha S: Porque o blog já fazia parte de mim mesmo com o pouco tempo.

Diana (DSP): Já recebeste comentários maldosos? Quantos e como reagiste?

Natasha S: Alguns e eram sempre de pessoas anónimas mas não liguei a isso.

Diana (DSP): O que é que tu queres fazer de futuro? A nível profissional?

Natasha S: Medicina dentária. É o meu sonho.

Diana (DSP): E a escrita? Ficava para segundo plano?

Natasha S: Escrever faz bem mas nem todos fazem disso um trabalho. Alguns fazem apenas de hobbie. E é isso que vai ser para mim.

Diana (DSP): Alguma das tuas leitoras pode estar a criar uma história e um blog agora, o que dirias a ela?

Natasha S: Paciência é o mais necessário.

Diana (DSP): Dizem que os escritores são melhores a português por escreverem muito. Achas que é verdade?

Natasha S: Haha! Não acredito! Não falo por mim porque eu sou péssima é a economia mas a português não tenho boas notas.

Diana (DSP): Quando é que começaste a escrever "verdadeiramente"? Quando é que começaste a escrever histórias? Não as brincadeiras que nós escrevíamos em português porque éramos obrigados mas sendo tu própria a escrever.

Natasha S: Eu comecei a escrever ainda era nova. Eu comecei a escrever numa altura critica da vida. A minha irmã sofre de autismo e eu era gozada na escola por causa dela. Eu comecei a escrever aí. Era como se fosse o meu "ataque" de raiva. Eu manchava no papel a minha raiva na altura.

Diana (DSP): Tu sabes Russo? (Não resisti a perguntar isto!)

Natasha S: Haha! Sei sim. Sei falar fluente Russo e Português. Eu tenho ascendência Russa.

Diana (DSP): Quanto tempo demoras a escrever um capitulo?

Natasha S: Dentro de 2, 3 dias se não tiver inspirada.

Diana (DSP): Gostaste da entrevista?

Natasha S: Muito. Obrigada ao Afonso por me indicar.

Aqui está a entrevista.
Em breve, a próxima entrevista é com a Sílvia, autora da história Vidas Trocadas.

As novidades das férias estão a acabar. Quem ainda quiser ser entrevistado comente aqui em baixo neste post.

Bjs :)

1 comentário:

Obrigada pelo comentário, a sua opinião é importante para o escritor.