AVISO...

Olá Pessoal!

Já avisei na Página do Facebook e decidi avisar no blogue também.

Na página Livros têm os links onde poderão comprar o livro "A Escola do Terror".


Aviso mais uma vez que tem alterações ao que está no blogue!


Obrigada.

sábado, 30 de abril de 2011

1ª parte do capitulo 24

Olá Pessoal! Obrigado pelos 16 comentários. Houve um comentário que me surpreendeu...o do Tiago. Primeiro o que é que estás aqui a fazer? Segundo não te vejo à 2 anos e agora queres aparecer outra vez? Por alma de quem? Terceiro... infelizmente não há terceiro mas paciência. Enfim...o que é que tu queres?
Bem, continuando, aqui está a 1ª parte do capitulo 24.

Enquanto o Bernardo estava traumatizado com o que tinha ouvido, o Diogo estava à porta de casa da Inês. A Inês viu que ele estava à porta de casa e foi ter com ele.
- Olá! O que é que estás aqui a fazer?
- Eu estava a ver se querias sair. - respondeu o Diogo.
- Eu não sei. - disse a Inês pensando nas suas amigas.
- Porquê?
- Porque...
A Inês queria arranjar uma desculpa depressa mas o seu telemóvel que estava no seu bolso, salvou-a.
- Estou?
- É a Mariana. Vais fazer alguma coisa hoje à tarde?
A Inês olhou para o Diogo.
- Ah...não.
- Então vem a minha casa e vamos fazer alguma coisa.
- Está bem.
- Xau.
- Xau.
A Inês terminou a chamada e depois olhou para o Diogo.
- Desculpa mas hoje não vai dar.
- Vais para onde?
- Vou para a casa da Mariana.
- Está bem. Xau.
- Xau.
A Inês saíu e o Diogo ainda ficou parado à porta de casa.
Entretanto em casa do José, o Bernardo estava ainda traumatizado com o que tinha ouvido.
- Podes repetir o que disseste por favor? - perguntou o Bernardo.
- Eu acho que a Sofia já sabe das regras do grupo.
- O quê?? Como é que tu foste capaz José...

Está feito!

Agora é que o José está bem tramado, resta saber se a Sofia é suficientemente esperta para saber disso tudo.
Comentem!

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Playlist

Olá Pessoal! Como devem ter reparado troquei as músicas do playlist. Pois, antes eram as vossas músicas agora chegou a vez de as músicas serem "minhas" e as minhas favoritas são estas :D Algumas são Russas mas vocês já devem ter reparado que se gosto da Rússia de certeza que também gosto de músicas.
Aqui está ouçam e digam se gostam.

Bjs :)

sábado, 23 de abril de 2011

Última parte do capitulo 23

Olá Pessoal! Aqui está a última parte do capitulo 23. O final da conversa do Bernardo com o José. Muito obrigado pelos comentários. Cathie que saudade dos teus comentários, tenho falado um pouco de francês. Finalmente agora posso escrever de novo Bisous :D

Aqui está o capitulo pessoal.

...
- Estou de acordo.
- Para mim, quem deveria ser o chefe era eu. - disse o Bernardo.
O José começou a rir. O Bernardo notou.
- Porque é que te estás a rir?
- Disseste uma anedota agora. - respondeu o José ainda a rir.
- Qual? - perguntou o Bernardo sem perceber.
- Tu disseste que para ti, quem deveria ser o chefe eras tu. - disse o José a rir.
- Ah que engraçado. - disse o Bernardo com um sorriso falso.
O José ainda continuava a rir e o Bernardo lembrou-se da Sofia.
- Então, o que é que a Sofia queria de ti hoje?
O José parou de rir e ficou com cara séria.
- Ah, eu sabia que paravas de rir. - disse o Bernardo a rir-se.
- Pronto, está bem. - disse o José.
- O que é que ela estava aqui a fazer? Tens a noção que ela não é do grupo não tens? - perguntou o Bernardo.
- Sim, tenho. Eu acho que ela já sabe das regras do grupo. - respondeu o José.
- O quê??? - perguntou o Bernardo.
O Bernardo não estava a acreditar no que tinha ouvido.

Está feito.
Que tensão agora não acham?
Não há questionário aqui.
Comentem!

A Escola Do Terror I

video

Pessoal eu fiz aqui um vídeo sobre a primeira parte da história "A Escola Do Terror". Como sabem a história tem três partes e como ainda estamos no meio da primeira eu decidi fazer este vídeo para vocês ficarem mais a par da história. Esta primeira parte fala mais de traições do personagem chamado Bernardo mas na segunda tem muito drama como coloquei na descrição do blog a terceira como ainda estou a escrever não adianto nada para já. Também já disse que esta primeira parte tem 40 capítulos e já estamos no 23 de modo que isto vai acabar dentro em breve (pelo menos a primeira parte acaba).

Bem pessoal vejam o vídeo e comentem.

Bjs :)

terça-feira, 19 de abril de 2011

1ª parte do capitulo 23

Olá Pessoal! Tudo bem? Espero que sim. Obrigado pelos 15 comentários. Aqui está a 1ª parte do capitulo 23 com uma conversa entre dois personagens.

Em casa do José, a Sofia ainda estava à espera da resposta dele mas alguém tinha batido à porta. Quando o José foi abrir a porta, viu o Bernardo. O José ficou com cara de "fui apanhado" mas quando viu a cara triste do Bernardo esqueceu-se que a Sofia estava em casa.
- Posso entrar? - perguntou o Bernardo.
A Sofia gritou da sala.
- Quem é?
O Bernardo ao ouvir a voz da Sofia, olhou para o José com cara de admirado.
- Depois conto-te tudo. - disse o José baixo para o Bernardo e depois gritou para a Sofia - é o Bernardo.
- Posso me ir sentar? - perguntou o Bernardo.
- Sim. - respondeu o José.
Eles foram para a sala de jantar e a Sofia levantou-se do sofá e disse:
- Bem, estava de saída, adeus. - disse ela saindo da casa do José.
O Bernardo foi sentar-se no sofá e o José fez o mesmo.
- Então? O que se passa? - perguntou o José.
- Quero mudar as regras. - respondeu o Bernardo.
- Do grupo?
O Bernardo fez um sim com a cabeça.
- Mas porquê? - perguntou o José.
- Porque sim. - respondeu ele.
O Bernardo não lhe ia contar do seu caso com a Carolina e da guerra com a Diana. O José iria contar ao resto do grupo.
- Mas como sabes eu não sou o chefe é o Gonçalo. - disse o José.
- Aquele estúpido nem merecia ser o chefe. - disse o Bernardo, com raiva.
- Estou de acordo.

Está feito.

Nesta parte do capitulo, para descansarem, não haverá questionário por isso só digam o que acharam.

Comentem!

quinta-feira, 14 de abril de 2011

Última parte do capitulo 22

Olá Pessoal! Como estou de férias posto hoje. No 3º blog também já postei, ou melhor, foi a Juliana a postar. eu pedi a ela e ela postou por mim.
Obrigado pelos 17 comentários.

Pam (Before The Storm): Obrigada pelo teu comentário Pam :)

Afonso: Parece que acabou o teu primeiro lugar nos comentários.

Nuno: Também me ri com isso ao escrever.

Carolina: Obrigado pelo comentário.

Agora vamos à última parte do capitulo 22.
O Miguel é ou não um assassino? Será que mata mesmo o Bernardo? Vamos descobrir.

...
O Miguel ficou uns segundos calado a tentar perceber bem o que a Carolina tinha dito e depois zangado, disse:
- Eu vou matar o Bernardo.
A Carolina parou de chorar.
- Não faças isso! - pediu ela.
- Mas porquê?
- Porque eu ainda gosto dele. - respondeu a Carolina.
- Está bem. - disse ele perdendo a raiva.
Entretanto o Bernardo estava na rua a pensar no que tinha feito à Carolina. Ao longe estava a Angelina que ao vê-lo triste foi ter com ele.
- O que é que se passa? - perguntou ela.
- Porque é que queres saber isso? - quis saber ele, zangado.
- Quero saber porque faço parte da turma e somos todos colegas. - respondeu ela sem estar zangada.
- O que é que tu queres saber? Queres saber a minha vida para contares à turma, é? - perguntou ele.
- Bernardo, eu só quero falar contigo. - disse ela.
- Para quê? - perguntou ele ainda zangado.
- Para não ficares triste. - respondeu a Carolina.
- Desculpa mas não vou falar contigo.
E dizendo isto, foi-se embora deixando a Angelina preocupada com ele.

Está feito!

Nesta parte do capitulo entrou a personagem Angelina, caso não se lembrem desta personagem leiam os primeiros capítulos. Ela é a personagem falada no princípio da história.

Questionário:
1- O que será que o Miguel vai fazer ao Bernardo? Será que o Miguel obedece à Carolina?
2- E o Bernardo? Estará a sofrer verdadeiramente? Pela conversa dele e da Angelina acham que ele sofre com tudo isto?
3- E a Angelina? Teria segundas intenções ao ir ter com ele?

Comentem!

Bjs :)

sexta-feira, 8 de abril de 2011

1ª parte do capitulo 22 (Especial aniversário Pam)

Olá Pessoal! Era para postar amanhã mas hoje faz anos uma pessoa muito especial...a Pam. Esta parte do capitulo é dedicada a ela por ter me feito postar a parte do capitulo hoje e não amanhã :D
Parabéns Pam! Que tenha um feliz dia! E que continue a escrever histórias fantásticas!

Pam (Before The Storm)



Aqui está a 1ª parte do capitulo 22 - Especial Aniversário Pam :)

Enquanto o José pensava em alguma coisa para dizer à Sofia, o Miguel estava a bater à porta de casa da Carolina. A Carolina estava em casa e depressa abriu a porta. Ela estava a chorar. O Miguel entrou logo dentro de casa e abraçou-a. A Carolina fechou a porta e agarrou-se a ele a chorar.
- O que é que aconteceu? - perguntou ele.
- É o Bernardo. - respondeu a Carolina.
- O que é que esse sacana te fez? - perguntou o Miguel, zangado.
- Ele falou comigo hoje de manhã...e ele disse que não podia namorar comigo.
O Miguel parou de a abraçar e olhou para a Carolina com cara parva.
- É só por isso que estás a chorar?
- Não Miguel, achavas que sim? - gritou ela.
- Pronto, está bem. Continua, mas antes vamos nos sentar.
Eles foram sentar-se no sofá da sala de jantar e ela continuou a contar o que aconteceu.
- O Bernardo disse que não podia namorar comigo porque seria uma vergonha.
- Uma vergonha? - perguntou o Miguel sem perceber.
- Sim. Uma vergonha. Ele disse-me que a Mafalda e o Gonçalo não queriam que eu namorasse com ele porque eu era feia. *
O Miguel ficou uns segundos calado a tentar perceber bem o que a Carolina tinha dito e depois zangado disse:
- Eu vou matar o Bernardo.
A Carolina parou de chorar.
- Não faças isso! - pediu ela.
- Mas porquê?

*(Mini interrupção da autora: Que coisa ridicula que eu escrevi aqui mas foi a "melhor" coisa que me veio à cabeça com a personagem da Carolina.)

Acabou aqui! Parabéns Pam! Comenta tá? Quero saber se fiz bem ou não para um especial aniversário :)

E comentem o resto das pessoas também. Quero saber o que acharam.

Bjs :)

sábado, 2 de abril de 2011

Capitulo 21

Olá Pessoal! Obrigado pelos 14 comentários. Ontem, dia 1, foi um dia de muita mentira para vocês ou não? Da minha parte, eu não menti muito. Até pensei em pregar a todos vocês uma partida mas acabei por desistir porque com os capítulos minúsculos que eu vos dou e a ansiedade que eu vos faço ainda me tentavam matar ou qualquer coisa parecida com isso :D
Como têm no título acima deste post "Capitulo 21", ou seja, significa que não há partes, vai ser o capitulo inteiro. Não sei se isso cria menos ou mais ansiedade mas já é uma vitória (pensam vocês) terem o capitulo inteiro. As personagens deste capitulo são outras. Já não há cá nada de Carolina nem Bernardo. Este capitulo vai ser o inicio de uma confusão na vida de outra personagem da história. Se isto fosse na vida real quem não gostaria de estar naquela escola era eu :D
Quanto aos comentários, vou responder aos que precisam de uma resposta :)

Afonso: Pois, parece que tenho :)

Felipe: Talvez, talvez.

Helena: Quando inventei essa personagem, eu achei-a um bocado estúpida, na verdade dava-me raiva se uma pessoa dessas aparecesse à minha frente. Consigo perceber a dor do Bernardo e se tivesse na pele do Bernardo teria a vida um pouco complicada e se calhar só teria duas opções: ou fugia dela, ou suicidava-me se bem que a segunda opção seria um bocadinho precipitada, talvez. Espero que estejas a gostar (menos dessa personagem).

Before The Storm: Não faz mal :) Pois talvez até esteja algo por trás desse beijo :) mas não vou revelar ainda. Bjs :)

E depois das respostas, finalmente o capitulo (inteiro).

Passou-se 4 dias depois do dia em que a Diana tinha ligado para o Bernardo sobre a novidade que tinha sabido pelo Miguel. Nesses 4 dias, os professores marcaram os seus testes e deram a sua aula habitual. O primeiro teste que se iria fazer era o de História no dia 19 de Outubro. Muitos alunos já estavam a pensar no dia, outros ainda pensavam que era muito cedo para se estudar. Nesses 4 dias, não houve nada de especial, a não ser a parte da Diana relembrar ao Bernardo que teria de fazer a condição dela rapidamente. O Diogo e a Inês estavam a ficar cada vez mais sozinhos e distanciados da turma. A Angelina, a Cristiana, a Mariana e a Carolina não estavam a gostar desta atitude da Inês pois elas eram amigas e agora a Inês estava a passá-las para segundo plano. O Luís, irmão do Tiago, iria tentando seguir a Inês com o Diogo e a Mafalda discutia quase sempre com o Gonçalo. Estes 4 dias foram para esquecer...
Era Sábado e o José tinha marcado com a Sofia às 15:00 em casa dele. Os pais do José estavam a trabalhar e só chegavam à noite. Ela chegou à hora prevista em casa dele.
- Olá! - disse ele, assim que abriu a porta.
- Olá!
- Entra. - disse ele fazendo um gesto com a mão para que ela entrasse.
A Sofia entrou. O José fechou a porta e foi sentar-se com ela no sofá da sala.
- Então...está tudo bem? - perguntou a Sofia.
- Quando chega o fim de semana eu estou sempre bem. - disse ele a sorrir.
- Já estás a estudar história? - perguntou a Sofia.
- Eu? Claro que não. - respondeu ele.
- Eu já.
- Tu já? Mas é tão cedo. - disse o José.
- Para ti parece cedo mas para mim não. - respondeu a Sofia a sorrir.
Eles fizeram silêncio por um momento e depois a Sofia perguntou:
- Lembras-te daquele dia no parque?
O José fez um sim com a cabeça.
- E lembras-te que eu te perguntei se vocês tinham regras e tu disseste que sim?
O José engoliu em seco e fez um sim com a cabeça.
- Queria saber quais são essas regras. - pediu a Sofia.
O José engoliu de novo em seco. Porque é que ela tinha de se lembrar das regras?
Ficou uns segundos calado a pensar em alguma mentira para lhe dizer.

Está feito o capitulo 21.

Mini resumo da história até ao momento:

- O Bernardo foi apanhado pela Diana a beijar a Carolina e tem que cumprir a condição que ele combinou com a Diana, ou seja, o Bernardo está com a vida complicada;
- O José foi ao parque com a Sofia e ela percebeu que eles tinham regras de grupo. Neste capitulo, a Sofia quer saber quais são. O José não sabe o que fazer: se não contar e inventar uma mentira, a Sofia pode tentar descobrir por outros meios ou até pode deixar passar até um tempo, caso ele conte, a Sofia poderá ter duas reacções, ou reage mal contando a toda a gente que o grupo da sua turma é um grupo de assassinos ou até reage bem e tenta fazer com que o grupo fique anónimo.

Questionário:
1- O que será que o José irá fazer? Qual acham que será a melhor atitude do José? (não contar e inventar uma mentira ou contar independentemente da reacção dela?).

Comentem!